O seu navegador (Generic Browser 0) está desatualizado. Melhore sua experiência em nosso site!
Atualize Agora

DÊ UM UPGRADE NA SUA PREPARAÇÃO - Torne-se assinante e transforme seus estudos!

Questões de História - Período Colonial: produção de riqueza e escravismo para Concurso

Foram encontradas 578 questões

Q1822722 História
Quanto ao papel da Igreja Católica na colonização da América, pode ser constatado/a:
Alternativas
Q1817746 História

Ao contrário da América portuguesa, que mantém a unidade territorial após a independência, a América espanhola divide- -se em várias nações, apesar de tentativas de promover a unidade, como a Grã-Colômbia, reunindo Venezuela e Colômbia, de 1821 a 1830, a República Unida da América Central e a Confederação Peru-Boliviana, entre 1835 e 1838. A fragmentação política da América hispânica pode ser explicada pelo próprio sistema colonial, uma vez que as diversas regiões do império espanhol eram isoladas entre si. Essa situação favorece também o surgimento de lideranças locais fortes, os caudilhos, dificultando a realização de um projeto de unidade colonial. Para os historiadores há muitas razões que levaram à fragmentação da América espanhola e à unidade da portuguesa formando, o Brasil. Diante do exposto, analise as afirmativas a seguir.

I. Uma das causas da fragmentação da América espanhola tem a ver com a distância geográfica entre as cidades das antigas colônias e a forma como as duas possessões eram administradas por suas respectivas metrópoles. Ainda que a colônia portuguesa tivesse dimensões continentais, a maior parte da população se concentrava em cidades costeiras, enquanto o interior permanecia praticamente inexplorado. Na época da Independência, as principais cidades brasileiras se concentravam no litoral. As distâncias entre as cidades eram, assim, menores do que na América espanhola.

II. No Brasil, a elite era muito mais homogênea ideologicamente do que a espanhola.

III. Em 1808, a invasão de Portugal por Napoleão Bonaparte levou o Príncipe Regente, João, a fugir para o Rio de Janeiro, transferindo não somente a Corte, mas toda a burocracia do governo: arquivos, biblioteca real, tesouro público e cerca de 15 mil pessoas. O Rio de Janeiro virou, então, a sede político-administrativa do Império. A presença do Rei em território brasileiro serviu como fonte de legitimidade para que a colônia se mantivesse unida.

IV. Na independência da América Portuguesa, as elites aprenderam que poderiam lidar muito bem com uma população irrequieta. Todas as províncias tomaram medidas que objetivavam terminar com a escravidão, possivelmente para diminuir o perigo da revolta escrava. Mestiços tinham o comando de forças militares e eram frequentemente recompensados com posse de terras tomadas dos monarquistas.

Estão corretas as afirmativas

Alternativas
Q1816537 História

Em 22 de abril de 1500, segundo a historiografia oficial, o Brasil foi “descoberto” ou “achado”, como alguns historiadores gostam de referenciar. Sobre o período colonial do Brasil, analise as afirmativas abaixo:


I. Os primeiros anos da colonização portuguesa, em terras americanas deu-se de forma tímida, iniciando com o escambo de pau-brasil e sua consequente exploração.

II. O fracasso de todas as capitanias hereditárias tornou mais claros os problemas da precária administração colonial, tendo o Governo Geral representado um passo importante na organização administrativa da Colônia.

III. Os povos indígenas resistiram às várias formas de dominação, a exemplo das fugas, ou da recusa ao trabalho compulsório; diferentemente do escravo africano, os nativos conheciam bem o território, o que dificultou à captura.

IV. Com a Vinda da Família Real Portuguesa para o Brasil, em 1808, o governo de D. João V deu menor autonomia para o Brasil e criou condições para um reforço ao sistema colonial vigente.

V. Os engenhos movidos à água, por seu maior tamanho e produtividade, ficaram conhecidos como engenhos reais.


Assinale a alternativa CORRETA:

Alternativas
Q1816536 História
O tráfico transatlântico de escravos oriundos da África teve terreno fértil no Brasil no período colonial e imperial. Sobre a escravidão no Brasil e seus reflexos, assinale a alternativa INCORRETA.
Alternativas
Q1815808 História
A descoberta de metais preciosos pela administração colonial portuguesa só aconteceu no fim do século XVII. A chegada dos portugueses atraídos pelo ouro e pela prata motivou um processo de povoamento das regiões interioranas no país. As dez maiores minas produtoras de ouro do mundo estão na Oceania, Ásia e Américas. A mina brasileira Morro do Ouro é operada pela Kinross Gold, sendo a maior produtora nacional de ouro localizada em Minas Gerais, na cidade de:
Alternativas
Respostas
1: C
2: D
3: B
4: D
5: B