O seu navegador (Generic Browser 0) está desatualizado. Melhore sua experiência em nosso site!
Atualize Agora
40%

2022 pode ser o ano que vai mudar a sua vida. Vem com a gente com até 40% OFF! 🤑

Como manter a motivação para estudar depois de uma reprovação em 5 passos?

Uma das realidades mais duras de um concurseiro é, sem dúvidas, lidar com a frustração de não passar e ver seu sonho de conquistar a posição desejada mais distante.... Desistir pode ser um dos primeiros impulsos, mas isso não significa que você deva segui-lo. Muito pelo contrário! Afinal, você não quer que toda sua dedicação vá para o água abaixo, não é verdade?

Para que reflita sobre o tema, criamos um passo a passo completo para que você saiba como ter motivação para estudar depois de uma reprovação.

Antes de mais nada, segue uma dica importante: não desanime. Poucas pessoas são aprovadas de primeira e, mesmo que não seja sua primeira reprovação, vai aí um dado interessante.

A maior parte dos candidatos pode levar até dois anos para passar em um concurso. Percebeu agora como é importante não entregar os pontos?

O primeiro ponto é entender por que você não foi aprovado. Por isso, antes de passarmos os passos de como voltar a ter motivação para estudar e como manter essa motivação, precisamos compreender qual o cenário da sua reprovação.

Qual o cenário da sua reprovação?

Para compreender o que levou a sua reprovação de fato, primeiro você deve entender o contexto. Claro que passar perto ou zerar deixam os candidatos no mesmo patamar de reprovados, mas cada situação pede uma medida diferente.

Não passou nem perto

Nesse caso você precisa ponderar sobre alguns pontos importantes: o nível de dificuldade da prova, o tempo de duração e a relação candidato-vaga daquele ano.

Isso porque talvez tenha sido um erro de avaliação em relação à preparação ou um ano atípico com muito mais candidatos que o normal. De qualquer forma, se esse for o seu caso, busque:

  • refazer a prova;
  • revisar os erros;
  • abrir mais horários para estudo na sua agenda;
  • reavaliar os métodos de estudo utilizados.

Foi por pouco

Essa talvez seja a mais dolorida. Só quem perdeu encontros familiares, deixou de sair e até de descansar em alguns momentos, sabe o quão duro é ver esse esforço não ser recompensado por poucos pontos.

Aqui você precisa reavaliar outros pontos, afinal se bateu na trave, provavelmente, isso não aconteceu devido à falta de dedicação ou de estudo, mas por conta de um componente emocional.

Se este tiver sido o seu caso, vale a pena procurar ajuda profissional para não deixar o nervosismo e a ansiedade te sabotarem e descobrir como evitar o branco na hora da prova.

O ideal é que seja o quanto antes, visto que  quanto mais tempo você sofrer com estas questões, mais difícil será voltar a ter motivação para estudar, além de outras perdas como:

  • ritmo de estudos;
  • perda de foco;
  • esquecer o conteúdo estudado anteriormente;
  • mais tempo de revisão de conteúdo.

Mas afinal, como ter motivação para estudar depois de uma reprovação? 5 passos

Levantar-se e recomeçar todo um processo de estudo do zero não é uma tarefa fácil, mas você só vai conseguir se der o primeiro passo.

Por isso, separamos aqui os cinco passos essenciais de como ter motivação para estudar depois de uma reprovação para que você siga, veja:

1. Revise seu processo anterior de estudo

2. Estabeleça o que pode ser melhorado nesse processo

3. Defina objetivos

4. Estipule metas de estudo

5. Separe tempo para relaxar e cuidar da saúde

1. Revise seu processo anterior de estudo

Antes de começar a colocar a cara nos livros, primeiro é preciso entender o que você fez ao longo de todo o processo, desde o dia em que escolheu o concurso que iria fazer até o dia da prova.

Você pode estar respondendo algo como: “Ué, eu estudei”, mas a questão vai além disso, é preciso entender como você se preparou de fato. Por isso, antes de mais nada, responda a essas perguntas:

  • Quando eu comecei a estudar efetivamente para esse concurso?
  • Qual o período médio que os candidatos aprovados levam estudando para esse concurso?
  • Eu tinha de fato o domínio de todos os conteúdos? Se não, quais ficaram defasados e por quê?
  • Eu me planejei? Eu usava técnicas de estudo? Tinha bons materiais?
  • Eu tinha disciplina nos estudos? Conseguia manter horários regulares?
  • Eu realmente entreguei tudo de mim para aquela prova? Posso fazer melhor?

2. Estabeleça o que pode ser melhorado nesse processo

Após responder (com sinceridade) essas questões, você provavelmente começará a identificar os problemas que existiram no seu percurso e, assim, consertá-los.

Ao listar tudo que fez naquele período, visualize o que pode ter te atrapalhado para, em seguida, aplicar as mudanças necessárias.

Vá remediando cada uma dos problemas encontrados. Se você não tinha métodos de estudo, comece a buscar mais sobre eles na internet e com especialistas. Se o problema era falta de concentração, procure técnicas para aprimorá-la  e consulte profissionais.

3. Defina objetivos

Claro que o objetivo é a aprovação no concursos, mas aqui estamos falando de planejamento de estudos para alcançar a tão sonhada vaga.

Para isso, você precisa criar um cronograma de estudos, definir os materiais que vai usar, desde apostilas até apps para estudo e amarrar toda a sua agenda.

4. Estipule metas de estudo

Uma das melhores formas de acompanhar o crescimento dos seus estudos é estipulando metas. Comece com metas mais modestas, após uma reprovação é melhor não se cobrar tanto, por isso, vá com calma.

Algumas metas para começar:

  • estudar X horas por dia;
  • estudar X conteúdos a cada hora;
  • acertar X questões de uma prova que você foi mal em até tantos dias e etc.

Isso será mais uma forma de como manter a motivação, mirando objetivos, atingindo marcas e se recompensando por isso.

5. Separe tempo para relaxar e cuidar da saúde

Um dos problemas mais recorrentes acontece quando o concurseiro se esquece de fazer outras coisas além de estudar. O descanso não só é bem vindo como é essencial!

Se você não dorme direito e não tira tempo para o lazer, sua cabeça entra em parafuso e isso vai atrapalhar muito a sua concentração e seu rendimento, além de afetar a sua saúde.

Cuidar do corpo é outro ponto que muitos negligenciam, mas que cobra seu preço e a conta pode vir no dia da prova.

É muito comum que candidatos passem horas estudando sentado em um local inadequado e isso pode trazer problemas para a coluna, por exemplo. Imagina sofrer com uma forte dor nas costas no dia do exame? Arrepia só de pensar, não é verdade?

E aí gostou das dicas de como ter motivação para estudar depois de uma reprovação? Deixe aqui nos comentários quais pontos você teve mais dificuldade ao retomar os estudos.

*Esse artigo foi escrito pela Estudaqui, empresa de Educação com soluções inteligentes para proporcionar um estudo de alto desempenho para que estudantes alcancem seus objetivos.


Quer ficar por dentro das principais notícias que rolam no mundo dos concursos? Acompanhe o nosso canal no Telegram e fique por dentro de tudo!

Cadastre-se e faça parte da maior comunidade de ensino on-line do Brasil.