O seu navegador (Generic Browser 0) está desatualizado. Melhore sua experiência em nosso site!
Atualize Agora

A gente tem tudo o que você precisa. Planos a partir de R$22/mês. Aproveite! 🚀

SAIBA MAIS

Como montar um ciclo de estudos para concursos

Muitos candidatos que iniciam a jornada de estudo para concursos públicos acabam desanimando ao se deparar com uma realidade bem diferente daquela que acompanhou a vida dos estudantes durante toda vida.

O estudo para concurso requer métodos diferentes daqueles que o acompanharam durante a educação ao longo dos anos. Ao tomar a decisão de fazer um exame, é preciso deixar de lado aquele calendário fechado da escola ou do ensino superior. Isso porque a preparação para as provas de um concurso começa muito antes da publicação do edital, documento que traz o cronograma do processo seletivo.

Para enfrentar esse desafio, é comum a adoção de técnicas de estudo que facilitem e otimizem o aprendizado. Entre esses métodos está o ciclo de estudos.

Ciclo de estudos x Quadro de horários

De modo geral, há dois métodos que podem ser escolhidos pelo estudante para montar o seu plano de estudos: ciclo e quadro de horários.

No quadro de horários, você reserva horários e datas fixas para cada disciplina a ser estudada, como mostra o exemplo na imagem abaixo.

Exemplo de um calendário de estudos
Exemplo de um calendário de estudos

Nota-se que cada dia é exclusivo para uma disciplina. Caso tenha um imprevisto em algum dia, o estudante terá que pular uma matéria e seguir em diante.

Já o ciclo de estudos estipula a sequência de disciplinas que devem ser estudadas em uma ordem determinada, independentemente do dia ou hora em que se está estudando. Dessa forma, se não conseguir terminar uma matéria por algum motivo, será possível recomeçar os estudos a partir de onde parou no ciclo.

Por exemplo, o ciclo abaixo determina que serão reservadas duas horas para Português e duas horas para Raciocínio Lógico. Supondo que a pessoa só tenha uma hora disponível na segunda-feira e três na terça-feira, ela gastará o período da segunda-feira com Português e no dia seguinte utilizará a primeira das três horas para finalizar aquele ciclo da Língua Portuguesa. Com isso, as duas horas restantes da terça serão destinadas a RL, como estabelece o ciclo.

Exemplo de um ciclo de estudos
Exemplo de um ciclo de estudos

Caso a pessoa não possa, por algum motivo, estudar em um dia da semana, ela deverá retornar ao ponto em que parou no último dia de estudo.

Por ser uma técnica mais flexível, pode ser uma alternativa para quem não gosta de estudar com um calendário engessado. No entanto, há um limite nessa liberdade de escolha. Para ter eficiência no estudo em ciclos, o estudante deve dosar as horas e saber qual é a importância de cada matéria.

Principais vantagens do ciclo de estudos

Não existe uma técnica certa ou errada, pois tanto o ciclo quanto o quadro tem suas vantagens e desvantagens. A escolha dependerá do modelo com o qual o estudante mais se identifica, podendo até mesmo criar um formato híbrido.

As principais vantagens do ciclo de estudo para concurso são:

  1. Flexibilidade - o método permite adaptar os estudos à rotina do candidato e seu tempo de estudo disponível.
  2. Memorização - o estudante estará sempre em contato com as disciplinas, o que o ajuda a lembrar do conteúdo ao longo do tempo.
  3. Evitar dar preferências - o ciclo faz com que se estude todas as disciplinas, evitando o perigo de dar prioridade a matérias preferidas e deixar de lado as que menos gosta.
  4. Metas - ao definir objetivos de curto e médio prazo, o aluno mantém-se mais motivado para estudar.
  5. Maior rendimento - variar as disciplinas traz mais agilidade ao estudo, tornando-o mais eficaz.
  6. Motivação - à medida que o planejamento é cumprido, o aluno fica mais estimulado

Como montar um ciclo de estudo?

Antes de começar a criar o ciclo de estudos, é necessário verificar o tempo disponível, as disciplinas que precisa estudar e o peso das matérias, sem esquecer, é claro, das informações sobre o cargo que deseja ocupar e o edital do concurso, mesmo que seja o anterior. Sempre é bom lembrar que os estudos devem começar mesmo antes do lançamento do edital.

Tempo livre

O primeiro passo para elaborar um ciclo de estudos é verificar o tempo livre e quantas horas por dia e por semana estão disponíveis para estudar cada disciplina. O tempo é uma das ferramentas mais importantes de quem estuda para um exame.

Disciplinas

Com o tempo de estudo definido, a etapa seguinte é conhecer as disciplinas que caem no concurso. Para isso, basta ler o conteúdo programático descrito no edital, atual ou do concurso mais recente. Além de se familiarizar com as matérias, o candidato encontra o peso e a relevância de cada uma no edital.

Tamanho do ciclo

Quem será responsável por definir o tamanho do ciclo será o próprio estudante. No ciclo de estudos exemplificado na imagem anterior, oito disciplinas foram divididas em 20 horas de estudos. Esse tempo foi definido pela pessoa, com base na sua rotina semanal, como suas horas de trabalho, cuidados com a casa, descanso, entre outras coisas.

Como já dito, o ciclo de estudos não é fixo. Por isso, não se preocupe caso alguma matéria fique de fora do plano. Após encerrá-lo, reserve um tempo para revê-lo e alterar as disciplinas a cada semana.

Ordem das disciplinas

O último passo é estabelecer a ordem das disciplinas no ciclo. As matérias devem ser divididas de acordo com o peso e relevância na prova, além da dificuldade encontrada em cada uma.

Dentro do ciclo, o estudante deverá reservar um tempo maior àquilo que tem mais dificuldade ou que tem maior peso no edital. Mas, atenção! Não se prenda às mais difíceis. Neste caso, é recomendado intercalar os conteúdos, preenchendo os horários com matérias mais difíceis, mais fáceis e aquelas que tendem a ser mais cobradas.

Revisão

Como já é de conhecimento, a revisão é parte essencial do processo de preparação, já que auxilia na retenção do conteúdo estudado. No ciclo de estudo, especialistas indicam que parte do tempo seja reservado a esta etapa.

Por exemplo, no programa de duas horas para o estudo de Português, é possível reservar os 30 minutos finais para a revisão com resolução de questões de concurso. Porém, para seguir esse esquema, é necessário ter em mente o que será revisado para não ultrapassar as horas destinadas à essa disciplina. Não dá para abraçar o mundo!

Com o rascunho montado, chega o momento de fazer os ajustes finais. Verifique se há repetições e se a sequência segue os parâmetros dentro do ciclo para que não haja nenhum acidente quando girá-lo.

Cabe ressaltar que o esquema pode ser criado como um desenho — um ciclo — ou uma planilha de estudo. Como já dito, quem faz o plano é quem vai usá-lo!

Leia mais: 9 dicas de como montar um plano de estudos

Estude com o Qconcursos

A mais completa plataforma de questões do mercado tem o necessário para montar o plano de estudos. A ferramenta da mesa de estudos possibilita a preparação com teoria e prática em um só lugar.

Além disso, há o Raio X para você identificar os assuntos e disciplinas mais cobrados e comparar com o seu desempenho. Uma ajuda a mais na hora de selecionar as matérias da próxima agenda.

Estude com o QC E fique mais próximo da aprovação!

Quer ficar por dentro das principais notícias que rolam no mundo dos concursos? Acompanhe o nosso canal no Telegram e fique por dentro de tudo!

Cadastre-se e faça parte da maior comunidade de ensino on-line do Brasil.