O seu navegador (Generic Browser 0) está desatualizado. Melhore sua experiência em nosso site!
Atualize Agora
Compre hoje com 20% de desconto no plano Premium Anual Assinar agora

UnB deixará de usar o SiSU na seleção de alunos

Após 5 anos utilizando o Sistema de Seleção Unificada (SiSU) como forma de seleção de novos alunos, a Universidade de Brasília (UnB) comunicou na primeira semana de julho de 2019 que deixará de adotar o sistema.

O número de vagas que eram destinadas ao SiSU será mantida, valendo para o ingresso dos estudantes no primeiro semestre de 2020.

O SiSU seleciona os candidatos por meio da nota obtida no Enem. Apesar de deixar o sistema, a universidade continuará utilizando a nota do exame; porém, os alunos deverão se inscrever em edital próprio da UnB e indicar o Enem como critério classificatório.

De acordo Sérgio de Freitas, decano de Ensino da Graduação, a decisão se deve à incompatibilidade dos calendários acadêmico da Universidade de Brasília e do estabelecido pelo Ministério da Educação (MEC).

“Muitas vezes, o registro precisava ser realizado em um prazo curtíssimo, entrando em conflito com outros dos nossos processos seletivos”, diz.

Sérgio Freitas explica ainda que outro motivo para a mudança é o fato de que nem todas as vagas oferecidas pelo SiSU eram preenchidas, prejudicando o ano letivo já que eram necessárias outras chamadas. Além disso, segundo o comunicado, a evasão de alunos que ingressam por meio do sistema é maior do que por outro processo seletivo.

Veja o que muda

Mudança na forma de ingresso de estudantes na UnB | Foto: Assessoria de Comunicação

Mais mudanças

O comunicado de 5 de julho traz também uma mudança que afetará a etapa que permite a alteração das pré-opções de curso, turno e campus através do Sistema Informatizado de Seleção para os cursos de graduação da UnB (SISUnB), no Programa de Avaliação Seriada (PAS) e no vestibular.

SISUnB

O SISUnB é um sistema próprio da Universidade de Brasília criado em 2016 e inspirado no SiSU. O sistema permite ao candidato do PAS e vestibular a alterar a pré-opção ao ter acesso à nota individual, antes do resultado final.

As duas mudanças começam a valer no primeiro semestre letivo de 2020.

LEIA MAIS: Enem será 100% digital a partir de 2026

Cadastre-se e faça parte da maior comunidade de ensino on-line do Brasil.


Faça login ou cadastre-se para comentar.