O seu navegador (Generic Browser 0) está desatualizado. Melhore sua experiência em nosso site!
Atualize Agora
Tem promoção no ar! Aproveite nossa Black Friday com 40% OFF. Eu quero!

Questões de Concursos

Q675874 Jornalismo

Por mais sólida e moderna que seja nenhuma empresa está imune aos momentos de crise. As ocorrências negativas fazem parte da dinâmica das organizações. Podem surgir tanto em consequência de catástrofes, de acidentes involuntários ou de erros humanos ou das más gestões. Muitas vezes, dependendo da situação, dos fatos, uma organização pode se tornar alvo da mídia. Pode ser uma greve, que reivindica melhores salários e condições de trabalho e que interrompe serviços, ou um acidente que resulta na morte de um ou mais funcionários, por exemplo. A empresa, os serviços que presta e o que acontece no dia-a-dia dos trabalhadores passarão a ser temas de pautas jornalísticas. Duarte (2003) afirma que é preciso considerar que os meios de comunicação são elementos chave nos conflitos de poder. Então, segundo este autor, nos momentos de crise, que atitudes devem ser tomadas?

I. É preciso decisão estratégica de como comunicar durante e depois da crise. Saber conduzir este processo constitui basicamente o êxito ou o fracasso na condução de uma crise. É fundamental esclarecer o seu público.

II. Tem que ser ágil, publicar nota paga nos jornais e emissoras de rádio e TV, tentar “abafar”, omitir o acontecido ou ainda evitar qualquer aparição ou declaração à imprensa, para que não haja maior exposição.

III. A imprensa acompanha os desdobramentos dos fatos. Então, basta que a empresa seja extremamente competente para solucionar os transtornos de um acidente. Não existe a necessidade de se explicar ao público.

IV. É preciso agir rapidamente. Hoje com a facilidade de acesso aos meios de informação, o noticiário na TV, no rádio e na internet é instantâneo. Quase no mesmo instante em que o fato ocorre, torna-se público.

Você errou!   Resposta: Parabéns! Você acertou!