O seu navegador (Generic Browser 0) está desatualizado. Melhore sua experiência em nosso site!
Atualize Agora
Tem promoção no ar! Aproveite nossa Black Friday com 40% OFF. Eu quero!

Questões de Concursos

Q695406 Fisioterapia

Atualmente, os atletas estão participando de esportes de competição em idade cada vez menor, e em maior número. Enquanto que as demandas sobre o tecido músculo-esquelético em amadurecimento causaram preocupação em função das subsequentes lesões, no passado, o aumento na participação e espírito de competitividade tem agora resultado em algo mais do que preocupação. As lesões músculo-esqueléticas em atletas jovens são atualmente comuns e precisam ser prevenidas. Com relação a esta temática, analise as afirmativas abaixo.

I. A cartilagem articular não é estruturada para resistir a cargas repetidas e deformações; estas cargas tornam-se excessivas na competição atlética. Quando a carga física torna-se prolongada ou excessiva, o crescimento normal não é comprometido e os condrócitos permanecem íntegros.

II. Estruturalmente, o sistema músculo-esquelético do jovem atleta não é equivalente ao do adulto. As diferenças variam desde anormalidades estruturais (fonte mais prevalente de lesões músculo-esqueléticas em jovens atletas), até a normalidade, mas com a presença de uma estrutura imatura susceptível. As diferenças influenciam na probabilidade, na natureza e na gravidade das lesões músculo-esqueléticas específicas do jovem atleta.

III. A apófise, ou inserção tendinosa, é outra importante área de predisposição a colapso em jovens atletas. São consideradas áreas frágeis os centros de crescimento apofisário, como os tubérculos e eminências.

IV. Em atletas jovens, as fraturas estão limitadas à região da placa de crescimento.

Estão corretas as afirmativas

Você errou!   Resposta: Parabéns! Você acertou!