O seu navegador (Generic Browser 0) está desatualizado. Melhore sua experiência em nosso site!
Atualize Agora

DÊ UM UPGRADE NA SUA PREPARAÇÃO - Torne-se assinante e transforme seus estudos!

Questões de Concursos

Próximas questões
Com base no mesmo assunto
Q680916 Português

                                   O lado amargo dos adoçantes

      O consumo de bebidas com alto teor de açúcar está ligado ao surgimento de obesidade, diabetes e problemas cardiovasculares. Agora, troque o ‘com alto teor de açúcar’ por ‘dietéticas’, e tudo continua sendo verdade. Mas desconhecido do público.

      Esse alerta está em artigo de opinião de Susan Swithers, da Universidade Purdue (EUA), na revista Trends in Endocrinology & Metabolism, escrito com base em uma ampla revisão de literatura científica.

s pessoas trocam bebidas açucaradas por aquelas com adoçantes, achando que irão perder peso e prevenir doenças. E muitos profissionais de saúde prescrevem a troca de açúcar por adoçante.

      Para argumentar contra essa crença, Swithers cita experimentos feitos com camundongos alimentados por comidas com adoçantes. Esses roedores acabam comendo muito mais do que deviam e, consequentemente, engordando.

      Esse fato pode ser percebido em humanos que consomem com frequência adoçantes; esse produto parece não agir nos centros de prazer do cérebro onde normalmente age o açúcar. Como compensação, pessoas que consomem muito adoçante acabam abusando de doces e carboidratos, consumindo-os em maior quantidade do que uma pessoa que não usa adoçante.

      A recomendação de saúde pública para limitar o consumo de açúcares precisa ser expandida para a ingestão de todos os tipos de adoçante.

           (Revista Ciência Hoje – agosto de 2013, Cássio Leite Vieira – adaptado) 

A referência que o texto faz à ideia de compensação da falta de açúcar com a ingestão de doces e carboidratos evidencia que
Alternativas