O seu navegador (Generic Browser 0) está desatualizado. Melhore sua experiência em nosso site!
Atualize Agora

Questões de Concursos

Q661690 Sociologia
Não fala com pobre, não dá mão a preto, não carrega embrulho. Pra que tanta pose doutor? Por que esse orgulho? A bruxa, que é cega, esbarra na gente e a vida estanca. O enfarte te pega, doutor, e acaba essa banca (...) (Billy Blanco. A Banca do Distinto. In Renato da Silva Queiroz. Não vi e não gostei – O fenômeno do preconceito.)  Canções conhecidas da Música Popular Brasileira ajudam a desmascarar – através da ironia – atitudes que desumanizam e coisificam o outro, o diferente. Mas, a leveza musical pode criar a ilusão de que é fácil lutar contra esse câncer social – o preconceito, base de estigmas, estereótipos, discriminação, segregação e genocídio. A respeito dessa luta, é possível afirmar que 
Você errou!   Resposta: Parabéns! Você acertou!