O seu navegador (Generic Browser 0) está desatualizado. Melhore sua experiência em nosso site!
Atualize Agora

Concurso TJ MG - bancas organizadoras já estão contratadas

As duas bancas organizadoras do Concurso TJ MG (Tribunal de Justiça de Minas Gerais) já estão contratadas desde janeiro de 2019. O certame para a primeira instância será conduzido pelo Instituto AOCP, enquanto as provas da segunda instância serão organizadas pelo IBFC.

E agora, o que esperar no TJMG?

A próxima etapa deve ser a publicação dos editais para os cargos de nível médio e superior. Isto pode ocorrer a qualquer momento, uma vez que os projetos básicos de cada certame já haviam sido definidos previamente à contratação das bancas. Portanto, é importante ficar de olho no Diário do Judiciário Eletrônico de Minas Gerais.

O que você PRECISA saber sobre o Concurso TJ MG

Veja a seguir um resumo com as principais informações sobre o certame.

PRIMEIRA INSTÂNCIA

  • onde você vai trabalhar: varas de justiça em todo o estado de MG;
  • banca organizadora: Instituto AOCP;
  • cargos previstos: Oficial Judiciário (nível médio) e Técnico Judiciário (Assistente Social e Psicólogo);
  • remuneração: R$2.769,46 (oficial), R$ 4.337,09 (Técnico);
  • último concurso: 2017, banca Consulplan;
  • último edital: veja aqui o edital TJMG 2017;
  • últimas provas e gabaritos do TJMG: acesse as provas aqui;
  • projeto básico do edital TJMG 2019: veja o projeto aqui.

SEGUNDA INSTÂNCIA

  • onde você vai trabalhar: sede das instâncias recursais do TJMG;
  • banca organizadora: IBFC;
  • cargos previstos: Oficial Judiciário (nível médio) e Técnico Judiciário (Direito);
  • remuneração: R$2.769,46 (oficial), R$ 4.337,09 (Técnico)
  • último concurso: 2011, banca FUMARC
  • último edital: acesse o edital TJMG 2011 aqui;
  • última prova: veja aqui as provas do TJMG 2011;
  • projeto básico do edital TJMG 2019: veja o projeto aq

Todas as informações sobre o Concurso TJMG 2019 (primeira e segunda instâncias)

Nesta notícia você verá todas as informações sobre o Concurso TJMG:

  • quanto ganha o servidor do TJMG;
  • que matérias serão cobradas nas provas;
  • teletrabalho no TJMG;
  • quantos servidores foram chamados no último concurso;
  • provas recentes do IBFC e Instituto AOCP para treinar.

Quanto ganha o servidor do TJMG

A remuneração inicial para o cargo de nível médio (Oficial Judiciário) é de R$2.769,46 na classe D, podendo chegar a R$24.439,27 na classe A. A este valor devem ser acrescentados alguns benefícios:

  • vale-lanche de R$884,00;
  • auxílio-transporte de R$150,00;
  • auxílio-creche para filhos com menos de 7 anos no valor de R$699,00;
  • adicional de periculosidade de R$582,00.

Já os aprovados para o cargo de nível superior (Técnico Judiciário) começam ganhando R$4.337,09 na classe C. A remuneração final é de R$24.439,27 na classe A.

Que matérias serão cobradas nas provas

De acordo com o projeto básico da primeira instância, as matérias cobradas no próximo concurso podem ser vistas a seguir.

OFICIAL JUDICIÁRIO - PRIMEIRA INSTÂNCIA:

A disciplina Noções de Direito contempla tópicos da Constituição Federal, Constituição do Estado de Minas Gerais, Organização e Divisão Judiciárias, Juizados Especiais, Juizados Especiais da Fazenda, Regimento do TJMG, Estatuto da Criança e do Adolescente, Estatuto do Idoso, Lei sobre a Informatização e Sistema PJe.

Deve ainda ser acrescida a disciplina sobre Noções dos Direitos das Pessoas com Deficiência, que é obrigatória nos concursos do Poder Judiciário desde 2016.

Para o concurso da segunda instância, o projeto básico apresenta as matérias a seguir.

OFICIAL JUDICIÁRIO - SEGUNDA INSTÂNCIA:

A disciplina Noções de Direito é composta pelos temas de Constituição Federal, Constituição do Estado de Minas Gerais, Organização e Divisão Judiciárias, Estatuto dos Funcionários Públicos de Minas Gerais, Regimento do TJMG, Licitação, Direitos Humanos. Também deve ser acrescida a disciplina sobre pessoas com deficiência.

Veja ainda como serão as provas para nível superior na área de Direito.

TÉCNICO JUDICIÁRIO - DIREITO - SEGUNDA INSTÂNCIA:

A matéria de conhecimentos específicos de Direito contempla:

  • direito constitucional;
  • direito administrativo;
  • direito civil;
  • processo civil;
  • direito penal;
  • processo penal;
  • legislação especial (incluindo direitos das pessoas com deficiência).

Teletrabalho no TJMG

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais já iniciou um projeto piloto de teletrabalho. Atualmente já existem mais de 200 servidores do TJMG atuando neste regime, ou seja, trabalhando de onde quiserem, inclusive de casa, desde que tenham acesso a um computador com internet.

Segundo o próprio Tribunal, alguns servidores estão atuando fora do país. Isto porque o TJMG já utiliza o PJe, sistema de acesso aos processos judiciais eletrônicos, o que permite que o servidor desempenhe suas funções de qualquer lugar onde puder acessar a internet.

Vale citar que o teletrabalho só é permitido para servidores que já cumpriram o estágio probatório. Portanto, ao menos nos primeiros três anos de exercício, os novos servidores do Tribunal precisarão frequentar diariamente o órgão.

Quantos servidores foram chamados no último concurso

O último concurso para a segunda instância do TJMG empossou:

  • 85 aprovados para Técnico Judiciário;
  • 408 aprovados para Oficial Judiciário.

Os números acima são relativos aos aprovados na ampla concorrência. Além deles, também foram convocados candidatos com deficiência.

Cargos vagos no Tribunal de Justiça

Atualmente existem 886 cargos vagos de Oficial Judiciário e 271 cargos vagos de Técnico Judiciário no TJMG. Estes números levam em conta a primeira e segunda instâncias.

Veja na tabela abaixo os quantitativos de acordo com a última atualização do Tribunal, que é de Abril de 2018:

Provas recentes do IBFC e Instituto AOCP para treinar

Os interessados nos concursos do TJMG podem começar a treinar por meio de provas recentes realizadas pelas duas bancas organizadoras.

A banca AOCP não costuma realizar muitos concursos de Tribunais. Dentre os mais recentes que ela organizou, pode-se citar:

  • TRT/RJ 2018;
  • TRE/AC 2015;
  • TRE/RO 2009.

Já o IBFC foi responsável pelos seguintes concursos de Tribunais:

  • TJ/PE 2017;
  • TRE/AM 2013;
  • TRF2 2019 (juiz).

É comum os candidatos fazerem confusão entre o Instituto AOCP e a AOCP Concursos. Embora sejam duas instituições diferentes, sabe-se que ambas possuem forte ligação, estando sediadas em Maringá/PR em endereços muito próximos (na mesma rua, a poucos números de distância). Especialistas ouvidos por essa reportagem afirmam que as questões de prova de ambas as organizadoras são muito similares, de modo que os candidatos podem aproveitar ambas em sua preparação.


Conheça cursos completos para Técnico Judiciário (Direito) do TJMG 2ª Instância, Oficial Judiciário (Nível Médio) do TJMG 2ª Instância e Oficial De Justiça Avaliador (Nível Médio) do TJMG 1ª Instância.

Cadastre-se e faça parte da maior comunidade de ensino on-line do Brasil.


Faça login ou cadastre-se para comentar.