O seu navegador (Generic Browser 0) está desatualizado. Melhore sua experiência em nosso site!
Atualize Agora

Aposentadorias no serviço público em 2019 já superam números de 2018

Em apenas seis meses de 2019, o número de funcionários públicos aposentados no Poder Executivo Federal  já superou os dados de 2018. A reforma da Previdência é um motivador para que os servidores busquem o benefício, mas não o único.

Entre janeiro e junho, 20.652 trabalhadores públicos se aposentaram. No ano passado, os 12 meses somaram 18.835 aposentados. A idade média para a aposentadoria foi de 61 anos, sendo que 98,2% recebem o salário no valor integral.

Na contramão do serviço público, a iniciativa privada mostra redução no número de aposentadorias. Nos cinco primeiros meses do ano, foram 876.836 pedidos. No mesmo período de 2018 foram R$ 1,4 milhão de requisições. A queda é de 37%.

A região Sudeste é a que mais concentra os recém-aposentados, com mais de 35% do total. Mais de 68% são trabalhadores com apenas nível médio.

Os dados estão disponíveis no Painel Estatístico de Pessoal. O Ministério da Economia lidera os dados de aposentados: 6.705 aposentadorias concedidas.

Outros fatores

De acordo com o secretário-geral do Sindicato dos Servidores Públicos Federais no DF (Sindsep-DF), Oton Pereira Neves, não é só a reforma da Previdência que influencia a corrida pela aposentadoria.

Neves afirma que, no primeiro mês do ano, a última parcela da gratificação por desempenho, acordada em 2015, no governo Dilma, foi paga. "Não havia mais vantagem nenhuma para seguir no serviço público", disse ao Portal Uol.

O secretário mostra-se preocupado com os próximos anos do serviço público brasileiro. "A máquina pública federal vai ter um prejuízo enorme, está perdendo a memória e seu patrimônio em termos de recursos humanos. A sociedade vai sentir essa falta, porque é uma irresponsabilidade", opina.

Concursos fora do Executivo Federal

Apesar da escassez de oportunidades no Poder Executivo Federal, vários editais estão na praça em outras esferas e poderes. Além disso, mais vagas devem sair até o fim de 2019.

Para citar apenas algumas oportunidades, na área de tribunais, TJ MA e TJ CE estão com editais na praça, enquanto o TJ RS já escolheu sua banca.

Na área policial, a PCDF surge como grande oportunidade até o fim do ano. PC RN e PC RJ também não devem demorar para lançar suas vagas.

Cadastre-se e faça parte da maior comunidade de ensino on-line do Brasil.


Faça login ou cadastre-se para comentar.