O seu navegador (Generic Browser 0) está desatualizado. Melhore sua experiência em nosso site!
Atualize Agora
Última chance de garantir sua Assinatura ilimitada com preço especial de lançamento. Aproveite! EU QUERO!

Questões de Concursos

Q848892 Geografia

       As chuvas das últimas semanas em Alagoas trouxeram esperança aos agricultores e animaram quem vive nas áreas afetadas pela estiagem prolongada. Entretanto, a Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMARH) avalia que isso não deve ser suficiente para resolver o problema de falta de água nos reservatórios.

     Neste mês, choveu cerca de 100 mm a mais do que o esperado. O meteorologista Vinícius Pinho, da SEMARH, explicou que as chuvas que caem vão amenizar a situação, mas não serão suficientes para tirar os municípios do estado de emergência.

     “Mesmo com essa chuva, ainda estamos com uma situação crítica de seca. Melhorou, mas não foi suficiente para acabar com os problemas. Vai amenizar bastante a situação, principalmente na Zona da Mata, mas, por exemplo, na região do Sertão, que está com um déficit muito grande, essa chuva não está sendo suficiente para resolver o problema”, afirmou. 

                                                                 Internet: <g1.globo.com> (com adaptações).

Considerando o texto apresentado, publicado em junho deste ano, e os múltiplos aspectos a ele relacionados, julgue o seguinte item.

Não seria possível evitar a falta de água observada em diversas regiões do Brasil, a exemplo de São Paulo, em 2016, e do Distrito Federal, em 2017, pois esse problema decorre exclusivamente da seca prolongada, um fenômeno natural.

Você errou!   Resposta: Parabéns! Você acertou!