O seu navegador (Generic Browser 0) está desatualizado. Melhore sua experiência em nosso site!
Atualize Agora
Última chance de garantir sua Assinatura ilimitada com preço especial de lançamento. Aproveite! EU QUERO!

Questões de Concursos

Q724834 Atualidades

                                                     EXCERTO 1

        A desigualdade de renda continua aumentando nos países ricos, mas caiu na América Latina na última década, afirma um estudo da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Hoje, nos países da OCDE, os 10% mais ricos ganham 9,6 vezes mais do que os 10% mais pobres. Nos anos 80, a proporção era de sete vezes mais e, na década de 2000, de 9,1.

      A partir de meados dos anos 2000, as desigualdades de renda também aumentaram em grandes economias emergentes, como China, Rússia, Indonésia e África do Sul.

        Já a maioria dos países da América Latina, “particularmente o Brasil”, vem reduzindo, desde o final dos anos 90, as diferenças de renda, afirma a organização.

      Segundo dados da OCDE, houve um aumento de cerca de 11% no coeficiente Gini médio de 22 países da organização. Enquanto, no Brasil, o coeficiente Gini apresentou uma queda de cerca de 8%.

       No entanto, a queda na desigualdade de renda na América Latina desacelerou a partir de 2010.

                                                                     (BBC Brasil, 21/05/2015, com adaptações.)

Considerando o EXCERTO 1 e o tema por ele abordado, julgue, como Certo (C) ou Errado (E), o item a seguir.
O combate à desigualdade na distribuição de renda é fundamental para assegurar a redução da pobreza, um dos principais desafios do desenvolvimento sustentável. Além da erradicação da pobreza, fazem parte dos objetivos de desenvolvimento sustentável estabelecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU): a redução das desigualdades, o trabalho decente e o crescimento econômico, a educação de qualidade, a energia limpa e acessível, entre outros.
Você errou!   Resposta: Parabéns! Você acertou!