O seu navegador (Generic Browser 0) está desatualizado. Melhore sua experiência em nosso site!
Atualize Agora
Tem promoção no ar! Aproveite nossa Black Friday com 40% OFF. Eu quero!

Questões de Concursos

Q726100 Não definido
Leia o texto a seguir:
Parcela expressiva da população de baixa renda encontra o seu local de moradia nas periferias urbanas. Características intrínsecas a essas áreas - como a existência de estoques de terras livres, a ausência de infraestrutura instalada, a precariedade de serviços públicos, a longa distância dos centros urbanos, a baixa qualidade dos loteamentos e a clandestinidade generalizada - rebaixam o seu valor no mercado imobiliário e possibilitam o seu acesso por parte da população de menores recursos. Além do movimento de “periferização” das cidades, observa-se, a partir da década de 1980, um processo crescente de favelização nas regiões metropolitanas brasileiras. [...] Via de regra, a expansão de áreas periféricas e a ocupação de áreas intraurbanas por favelas se processam em áreas desprezadas pelo mercado imobiliário formal e/ou em áreas de restrição de uso - como beiras de córregos, encostas dos morros, terrenos sujeitos a enchentes ou áreas de proteção ambiental -, as quais frequentemente envolvem algum tipo de risco.  
(SILVA, Lucia Sousa; TRAVASSOS, Luciana. Problemas ambientais urbanos: desafios para a elaboração de políticas públicas Integradas. Cadernos Metrópole, n.19, pp. 27-47, 10 set. 2008.) 

Com base no texto e nos conhecimentos sobre o tema, analise as afirmativas a seguir:

I. A conjunção entre ausência de políticas públicas de habitação para a população de baixa renda, urbaniza­ção acelerada e concentrada e processo de segregação socioespacial agrava os riscos ambientais urbanos nas metrópoles brasileiras.

II. A falta de fiscalização por parte do poder público contribui para a multiplicação de práticas como o parcelamento irregular da terra urbana, o que tem reflexos no aumento de pontos do tecido urbano sujeitos a riscos ambientais graves.

III. No que diz respeito aos riscos ambientais urbanos, os processos de periferização e favelização são complementares e favorecem a ocorrência de deslizamentos, surtos de doenças e vítimas fatais.

IV. Segundo o texto, o aumento do valor dos terrenos periféricos seria uma solução para a questão habitacional nas metrópoles, pois inibiria a expansão desordenada fazendo com que a população de baixa renda deixasse de ocupar áreas propensas a riscos ambientais.

Assinale a alternativa correta.

Você errou!   Resposta: Parabéns! Você acertou!