O seu navegador (Generic Browser 0) está desatualizado. Melhore sua experiência em nosso site!
Atualize Agora
Última chance de garantir sua Assinatura ilimitada com preço especial de lançamento. Aproveite! EU QUERO!

Questões de Concursos

Q827045 História
      Por 322 anos, o Brasil foi colônia de Portugal. Latifúndio, monocultura e escravidão foram características marcantes da colonização e deixaram raízes no país. A Independência não alterou as estruturas coloniais básicas. No Brasil, única monarquia na América do Sul, a chegada da República se deu por golpe militar. Na Primeira República, autêntico teatro das oligarquias, poucos detinham o poder, havia inexpressiva participação política da população, alto índice de analfabetismo e profunda exclusão social. A Revolução de 1930, no rastro das manifestações tenentistas, trouxe o ar da modernidade. Com Vargas (1930-1945), o país começou a desenvolver a indústria pesada, conheceu os direitos sociais e sucumbiu ante a ditadura do Estado Novo (1937-1945). Entre 1946 e 1964, o aprendizado democrático avançou, em meio a muitas e dramáticas crises. A queda de João Goulart, em 1964, anunciava o início de duas décadas de regime autoritário.

Tendo o texto acima como referência inicial e considerando aspectos marcantes da História do Brasil, julgue o item seguinte.

Na Era Vargas, consolidou-se a democracia política no Brasil, mas não se avançou na aprovação de leis de proteção ao trabalho.

Você errou!   Resposta: Parabéns! Você acertou!