O seu navegador (Generic Browser 0) está desatualizado. Melhore sua experiência em nosso site!
Atualize Agora
Semana do cliente: assine o Plano Anual Premium com 20% de desconto! Quero aproveitar!

Questões de Concursos

Q765459 Conhecimentos Gerais
  Não se deve desprezar, dentro destes laços que se articulavam (criavam, mantinham ou refaziam), com densidades desiguais, esta forma de associação bastante específica em suas características, embora articulada com as demais teias de poder. A imprensa periódica, já presente na América portuguesa regularmente desde o século XVII, através das publicações portuguesas e de outros países da Europa, passa a ser produzida no Brasil em 1808 e se consolidaria a partir de 1821. Não se colocava como mero veículo, mas mecanismo de participação política, espaço de produção de referências e campo de embates simbólicos”. (Marcos Morel. “A imprensa periódica no século XIX”. http://redememoria.bn.br/2012/01/a-imprensa-periodica-noseculo-xix/)
Centro de discussão e de polêmica nos últimos anos, a imprensa brasileira é, para os historiadores oitocentistas, um dos mais importantes objetos de investigação. Pela imprensa escrita, intelectuais de várias tendências expressavam-se sobre os rumos da Nação brasileira no século XIX. O papel da imprensa, no século XIX, está relacionado, principalmente, à
Você errou!   Resposta: Parabéns! Você acertou!