O seu navegador (Generic Browser 0) está desatualizado. Melhore sua experiência em nosso site!
Atualize Agora

Acaba em 7 dias

Planos até 45% OFF. Aqui você tem tudo o que precisa em um só lugar. Vem! 😊

SAIBA MAIS

Questões de Concursos

Ano: 2011 Banca: COPESE - UFT Órgão: UFT Prova: COPESE - UFT - 2011 - UFT - Vestibular - Prova 02 |
Q265589 História
[...] no início do século XVI a Coroa parecia proteger a burguesia, isso era feito para conseguir reforço contra as casas feudais ainda existentes, o que explica o acordo inicial entre a Coroa e o Parlamento – que representava principalmente os comerciantes e grandes proprietários de terra. Havia ainda os inimigos externos, principalmente a Espanha. Pouco a pouco, contudo, todos eles foram sendo exterminados – interna e externamente – e a lua-de-mel entre a monarquia e o Parlamento, que sob os Tudor raramente se reunia, aprovando sempre a política real, chegou ao fim. Os interesses opostos das duas partes vieram à tona e, quando teve início o reinado da dinastia Stuart, Jaime I (1603-1625) e Carlos I (1625-1649) tiveram de enfrentar a forte oposição do Parlamento.

MICELI, Paulo. As revoluções burguesas. São Paulo: Atual, 1987, p. 25 e 26.

A oposição descrita no texto, que culminou na Revolução Puritana (1642-1651), decorreu da insatisfação do Parlamento quanto às seguintes medidas adotadas pela monarquia:
Você errou!   Resposta: Parabéns! Você acertou!