O seu navegador (Generic Browser 0) está desatualizado. Melhore sua experiência em nosso site!
Atualize Agora
Tem promoção no ar! Aproveite nossa Black Friday com 40% OFF. Eu quero!

Questões de Concursos

Q515679 Português
TEXTO II

Modinha do empregado de banco


Eu sou triste como um prático de farmácia,
Sou quase tão triste como um homem que usa costeletas.
Passo o dia inteiro pensando nuns carinhos de mulher
Mas só ouço o tectec das máquinas de escrever.

Lá fora chove e a estátua de Floriano fica linda.
Quantas meninas pela vida afora!
E eu alinhando no papel as fortunas dos outros.
Se eu tivesse estes contos punha a andar
A roda da imaginação nos caminhos do mundo.
E os fregueses do Banco
Que não fazem nada com estes contos!
Chocam outros contos para não fazerem nada com eles

Também se o Diretor tivesse a minha imaginação
O Banco já não existiria mais
E eu estaria noutro lugar.

Murilo Mendes

Leia o poema de Murilo Mendes e assinale a alternativa incorreta.
Você errou!   Resposta: Parabéns! Você acertou!