O seu navegador (Generic Browser 0) está desatualizado. Melhore sua experiência em nosso site!
Atualize Agora
Tem promoção no ar! Aproveite nossa Black Friday com 40% OFF. Eu quero!

Questões de Concursos

Ano: 2009 Banca: CPCON Órgão: UEPB Prova: CPCON - 2009 - UEPB - Vestibular - Geografia |
Q229280 Geografia
Analise a letra da música de Guilherme Arantes.

Água que nasce na fonte serena do mundo
E que abre um profundo grotão
Água que faz inocente riacho e deságua
Na corrente do ribeirão
Águas escuras dos rios
Que levam a fertilidade ao sertão
Águas que banham aldeias
E matam a sede da população
Águas que caem das pedras
No véu das cascatas, ronco de trovão
E depois dormem tranquilas
No leito dos lagos, no leito dos lagos
Águas dos igarapés onde Iara Mãe D’água
É misteriosa canção
Água que o sol evapora, pro céu vai embora
Virar nuvem de algodão
Gotas de água da chuva
Alegre arco-íris sobre a plantação
Gotas de água da chuva
Tão tristes são lágrimas na inundação
Águas que movem moinhos
São as mesmas águas que encharcam o chão
E sempre voltam humildes
Pro fundo da terra, pro fundo da terra
Terra, Planeta Água
Terra, Planeta Água
Terra, Planeta Água

A letra da música nos leva à conclusão de que

I - por mais sérias que sejam as crises (financeira, de alimentos e de energia), nenhuma é tão ameaçadora em relação ao futuro da humanidade quanto a perspectiva da escassez da água;

II - não há como incentivar a fabricação de água através de pacotes econômicos e com ajustes nas taxas de juro. É impossível substituir a água por uma alternativa como se faz com as fontes de energia;

III - a água é um direito humano e todos devem ter acesso a ela para garantir saúde, desenvolvimento econômico e bem-estar social. Ela sustenta a biodiversidade do planeta.

IV - a oferta desse bem natural e inesgotável corre o risco de entrar em crise profunda, pelo crescimento econômico, pelas mudanças climáticas, pela contaminação dos mananciais e pelo desperdício.

Estão corretas
Você errou!   Resposta: Parabéns! Você acertou!