O seu navegador (Generic Browser 0) está desatualizado. Melhore sua experiência em nosso site!
Atualize Agora

Questões de Concursos

Ano: 2012 Banca: CESPE Órgão: UNB Prova: CESPE - 2012 - UNB - Vestibular - Prova 2 |
Q263132 Biologia
A determinação do sexo da Apis mellifera não segue os
padrões habitualmente conhecidos, baseando-se o sistema de
determinação sexual desses organismos na ocorrência de
heterozigose para um conjunto de genes que determinam o sexo das
abelhas. As fêmeas são sempre heterozigotas para esses genes,
enquanto os machos, que apresentam apenas uma cópia de cada
cromossomo, são hemizigotos, isto é, apresentam apenas uma cópia
de cada um dos genes. Por meio de experimentos em laboratório, foi
possível obter machos diploides, mas homozigotos para esses genes.

Imagem 039.jpg

Tendo como referência o texto apresentado e o esquema acima, que
representa o cruzamento de uma abelha fêmea com um zangão,
julgue o item 77 e faça o que se pede no item 78, que é do tipo C,
e no item 79, que é do tipo B.

Considere que um dos genes que determina o sexo das abelhas apresente 20 alelos diferentes, denominados A1, A2, A3... A20. Considere, ainda, que a rainha de uma dada colmeia, que é heterozigota, A1A2, seja fecundada por 20 diferentes machos com genótipos diferentes para o gene em questão. Com base nessa situação, calcule a porcentagem da prole dessa fêmea, que será diploide homozigoto para esse gene. Multiplique o resultado obtido por 100. Para a marcação no Caderno de Respostas, despreze, caso exista, a parte fracionária do resultado obtido, após ter efetuado todos os cálculos solicitados.