O seu navegador (Generic Browser 0) está desatualizado. Melhore sua experiência em nosso site!
Atualize Agora

Questões de Concursos

Ano: 2010 Banca: CESPE Órgão: UNB Prova: CESPE - 2010 - UNB - Vestibular - Primeiro Dia |
Q216632 História
Atualmente, o perdão laico pressupõe uma transformação moral tanto do agressor quanto de quem foi agredido. Para haver perdão, é preciso, de um lado, arrependimento sincero e, do outro, disposição para apagar os ressentimentos. A ideia de que perdoar exige um processo de mão dupla é empregada com naturalidade nas mais diversas instâncias da vida contemporânea — entre marido e mulher, entre colegas de trabalho, entre nações, entre empresas e consumidores. De fato, o moderno conceito ocidental de perdão, com o reconhecimento de culpa, arrependimento e disposição do ofendido para absolver o ofensor, se teria materializado nas reflexões éticas do filósofo alemão Immanuel Kant (1724-1804), que transferiu do plano divino para o humano a virtude do perdão. O diagrama abaixo mostra as variações da relação perdão e culpa em diversos culturas.

Imagem 029.jpg
Imagem 030.jpg

A partir das informações do texto, julgue o item a seguir.


As noções atribuídas pelo texto ao perdão segundo o cristianismo, na Idade Média, e ao perdão segundo os maometanos se aproximam no sentido de que, nos dois casos, o perdão é concedido pelo agredido com o intuito de evitar represálias que possam ser impostas por autoridades divinas.
Você errou!   Resposta: Parabéns! Você acertou!