O seu navegador (Generic Browser 0) está desatualizado. Melhore sua experiência em nosso site!
Atualize Agora

A gente tem tudo o que você precisa. Planos a partir de R$22/mês. Aproveite! 🚀

Questões de Concurso Público Prefeitura de Corumbiara - RO 2020 para Advogado

Foram encontradas 40 questões

Q1708686 Português

Leia o poema para responder à próxima questão.

(Fonte: https://algarve-saibamais.blogspot.com/2017/02/a-danca-das-horas-poema-de-guilherme-de.html).

 

A DANÇA DAS HORAS. (Guilherme de Almeida)


Frêmito de asas, vibração ligeira

de pés alvos e nus,

que dançam, tontos, como dança a poeira

numa réstia de luz…

São as horas, que descem por um fio

de cabelo do sol,

e vivem num contínuo corrupio,

mais obedientes do que o girassol.

Dançando, as doze bailarinas tecem

a vida; e, embora irmãs,

não se vêm, não se dão, não se parecem

as doze tecelãs! 

E, de mãos dadas, confundidas quase,

no invisível sabá,

elas são silenciosas como a gaze,

ou farfalhante como o tafetá.

Frágeis: têm a estrutura inconsistente

de teia imaterial,

que uma aranha teceu pacientemente

nos teares de um rosal. 

E, entre tules volantes, noite e dia,

o alado torvelim

vertiginosamente rodopia,

numa elasticidade de Arlequim!

Vêm coroadas de rosas, num remoinho

cambiante de ouro em pó:

cada rosa, que esconde o seu espinho,

dura um minuto só.

Sessenta rosas, vivas como brasas,

traz cada uma; e, ao bater

da talagarça diáfana das asas,

põem-se as coroas a resplandecer…

À proporção que gira à minha frente

o bailado fugaz, 

cada grinalda, vagarosamente,

aos poucos, se desfaz.

E quando as doze dançarinas, feitas

de plumas, vão recuar,

levam as frontes, claras e perfeitas,

circundadas de espinhos, a sangrar…

Assim, depois que a estranha sarabanda

na sombra se dilui,

penso, vendo o outro bando que ciranda

em torno do que fui,

que há uma alma em cada gesto e em cada passo

das horas que se vão:

pois fica a sombra de seu véu no espaço,

fica o silêncio de seus pés no chão!

As palavras do texto (tafetá, tules, talagarça) têm o significado de:
Você errou!   Resposta: Parabéns! Você acertou!
Q1708687 Português

Leia o poema para responder à próxima questão.

(Fonte: https://algarve-saibamais.blogspot.com/2017/02/a-danca-das-horas-poema-de-guilherme-de.html).

 

A DANÇA DAS HORAS. (Guilherme de Almeida)


Frêmito de asas, vibração ligeira

de pés alvos e nus,

que dançam, tontos, como dança a poeira

numa réstia de luz…

São as horas, que descem por um fio

de cabelo do sol,

e vivem num contínuo corrupio,

mais obedientes do que o girassol.

Dançando, as doze bailarinas tecem

a vida; e, embora irmãs,

não se vêm, não se dão, não se parecem

as doze tecelãs! 

E, de mãos dadas, confundidas quase,

no invisível sabá,

elas são silenciosas como a gaze,

ou farfalhante como o tafetá.

Frágeis: têm a estrutura inconsistente

de teia imaterial,

que uma aranha teceu pacientemente

nos teares de um rosal. 

E, entre tules volantes, noite e dia,

o alado torvelim

vertiginosamente rodopia,

numa elasticidade de Arlequim!

Vêm coroadas de rosas, num remoinho

cambiante de ouro em pó:

cada rosa, que esconde o seu espinho,

dura um minuto só.

Sessenta rosas, vivas como brasas,

traz cada uma; e, ao bater

da talagarça diáfana das asas,

põem-se as coroas a resplandecer…

À proporção que gira à minha frente

o bailado fugaz, 

cada grinalda, vagarosamente,

aos poucos, se desfaz.

E quando as doze dançarinas, feitas

de plumas, vão recuar,

levam as frontes, claras e perfeitas,

circundadas de espinhos, a sangrar…

Assim, depois que a estranha sarabanda

na sombra se dilui,

penso, vendo o outro bando que ciranda

em torno do que fui,

que há uma alma em cada gesto e em cada passo

das horas que se vão:

pois fica a sombra de seu véu no espaço,

fica o silêncio de seus pés no chão!

Assinale a alternativa correta, sobre encontros vocálicos, nas palavras do texto (obedientes, silenciosas, pacientemente, remoinho).
Você errou!   Resposta: Parabéns! Você acertou!
Q1708688 Português
Sobre o sinal gráfico hífen, assinale (V) verdadeiro ou (F) falso e marque a alternativa correta: ( ) O hífen é empregado nos substantivos e adjetivos compostos formados por justaposição de maneira geral, mesmo sendo o primeiro elemento reduzido. ( ) Os compostos por justaposição que perderam , até certo ponto, a ideia de composição, não apresentam hífen: girassol, mandachuva, madressilva, pontapé, paraquedas, etc. ( ) Empregamos o hífen nos substantivos compostos que designam espécies botânicas e zoológicas, estando ou não ligadas por preposição, ou qualquer outro elemento. ( ) Não se usa o hífen, nas formações com os advérbios bem e mal, se o elemento seguinte, começar por vogal ou h. ( ) Não empregamos o hífen nas formações com os elementos além, aquém, recém e sem. ( ) Nas formações com prefixos, usa-se o hífen quando o segundo elemento começa por h.
Você errou!   Resposta: Parabéns! Você acertou!
Q1708689 Literatura
Sobre gêneros literários, marque (V) verdadeiro ou (F) falso e assinale a alternativa correta: ( ) Os gêneros literários reúnem um conjunto de obras que apresentam características análogas de forma e conteúdo. Essa classificação pode ser feita de acordo com critérios semânticos, sintáticos, fonológicos, formais, contextuais, etc. ( ) Os gêneros literários dividem-se em três categorias básicas: épicos, líricos e dramáticos. ( ) No gênero épico, há presença de um narrador, responsável por contar uma história, na qual as personagens atuam em um determinado espaço e tempo. A narrativa apresenta um episódio heroico, geralmente há presença de figuras fantasiosas. ( ) No gênero lírico, são expressos os sentimentos e emoções do eu lírico, há predominância de pronomes e verbos na 1ª pessoa, além da exploração da musicalidade das palavras. ( ) O gênero dramático, é próprio para a representação, ele aparece em versos ou prosa, passíveis de encenação teatral. A voz narrativa está entregue às personagens, atores que contam uma história por meio de diálogos, ou monólogos.
Você errou!   Resposta: Parabéns! Você acertou!
Q1708690 Português
Quanto á pronúncia dos verbos, assinale (V) verdadeiro ou (F) falso e marque a alternativa correta: ( ) Os verbos terminados em -echar, -egar, -ejar, -elhar e -exar conservam o e tônico fechado em todas as pessoas, com exceção de flechar, mechar e invejar. ( ) Nos verbos que trazem ditongo, a vogal, sempre fechada, e a semivogal devem ser muito bem pronunciadas. Exceções: aboiar, apoiar e boiar. ( ) Os verbos que trazem hiato possuem as formas rizotônicas sem acento, na segunda vogal do hiato. ( ) Os verbos cujos radicais terminam em encontro consonantal têm, nas formas rizotônicas, o acento na vogal imediatamente anterior ao encontro consonantal. ( ) Todo verbo que tenha um substantivo proparoxítono correspondente começa a ser conjugado numa forma paroxítona.
Você errou!   Resposta: Parabéns! Você acertou!
Respostas
1: C
2: B
3: D
4: A
5: A