O seu navegador (Generic Browser 0) está desatualizado. Melhore sua experiência em nosso site!
Atualize Agora

DÊ UM UPGRADE NA SUA PREPARAÇÃO - Torne-se assinante e transforme seus estudos!

Questões de Concurso Público Prefeitura de Campos do Jordão - SP 2020 para Psicólogo

Foram encontradas 3 questões

Q1700391 Psicologia
O documento do CREPOP “Referências Técnicas para atuação do(a) psicólogo(a) no CRAS/SUAS” (2007/junho 2008, Brasília: CFP, p. 21, 22 e 24 ) afirma, na seção II – ‘Psicologia e Assistência Social’, que as atividades desenvolvidas no CRAS estão voltadas para o alívio imediato da pobreza, para a ruptura com o ciclo intergeracional da pobreza e o desenvolvimento das famílias. Os psicólogos no CRAS devem promover e fortalecer vínculos sócio-afetivos, de forma que as atividades de atendimento gerem progressivamente independência dos benefícios oferecidos e promovam a autonomia na perspectiva da cidadania. Analise as afirmativas I e II abaixo e assinale em seguida a alternativa correta com relação às mesmas:
I - Atuar numa perspectiva emancipatória, em um país marcado por desigualdades sociais, e construir uma rede de proteção social é um grande desafio. Temos o compromisso de oferecer serviços de qualidade, diminuir sofrimentos, evitar a cronificação dos quadros de vulnerabilidade, defender o processo democrático e favorecer a emancipação social. II – Ao oferecer os profissionais psicólogos, na atividade de investigar as necessidades apresentadas pelos usuários da Assistência Social, importantes, fundamentais e éticos serviços de qualidade, as tarefas de compreensão da demanda e suas condições históricas, culturais, sociais e políticas de produção vão precisamente assumir ali, papel secundário, subalterno, posto que é complexo e potencialmente inacessível conhecer as peculiaridades das comunidades e do território, e do seu impacto na vida dos sujeitos.
Alternativas
Q1700394 Psicologia
O documento do CREPOP (Centro de Referência Técnica em Psicologia e Políticas Públicas) “Referências técnicas para Prática de Psicólogas(os) no Centro de Referência Especializado da Assistência Social – CREAS” ( Brasília: Conselho Federal de Psicologia, 2012, 2013, p. 29, 33 e 34 ) afirma, no item EIXO 1 – Dimensão Ético-Política para a Prática das(os) Psicólogas(os) no Centro de Referência Especializado da Assistência Social – CREAS, sub-item “A Psicologia e o paradigma da cidadania” que, apesar dos avanços da legislação e da implementação do SUAS, ainda permanece o peso da herança histórica da relação do Estado brasileiro com famílias pobres, vulneráveis e/ou excluídas. Analise as afirmativas I e II abaixo e assinale em seguida a alternativa correta em relação a estas afirmativas:
I - Esta promessa toma contornos complexos devido à enorme desigualdade social existente no país. O discurso dos direitos se contrapõe a outras representações que naturalizam a vulnerabilidade social, causadas por ‘vontade própria da população’. II - (...) esta herança ainda traz para a política de Assistência Social, práticas assistencialistas, clientelistas e preconceituosas, que reforçam uma cultura política que precariza a gestão da politica. Essa concepção que ainda persiste em vários municípios do país, se materializa no CREAS através da baixa institucionalidade em relação às determinações prescritas nos marcos legais.
Alternativas
Q1700396 Psicologia
O documento do CREPOP (Centro de Referência Técnica em Psicologia e Políticas Públicas) “Referências técnicas para Prática de Psicólogas(os) no Centro de Referência Especializado da Assistência Social – CREAS” ( Brasília: Conselho Federal de Psicologia, 2012, 2013, p. 29, 33, 34 e 35 ) afirma, no item EIXO 1 – Dimensão Ético-Política para a Prática das(os) Psicólogas(os) no Centro de Referência Especializado da Assistência Social – CREAS, sub-item “A Psicologia e o paradigma da cidadania” que na Norma Operacional Básica de Recursos Humanos do Sistema Único de Assistência Social – NOB/RH/SUAS (BRASIL, 2006), a noção de cidadania é apresentada como um princípio ético do/a trabalhador/a do SUAS, definida como “defesa intransigente dos direitos socioassistenciais”. A Psicologia em sua história da profissão atuou mais de uma vez em processos de ajustamento do sujeito ou de conformidade com a realidade, que hegemonicamente buscava colocar no indivíduo a responsabilidade por sua condição social. Analise as alternativas abaixo e assinale aquela que contém erro sobre estas concepções.
Alternativas
Respostas
1: A
2: C
3: B