O seu navegador (Generic Browser 0) está desatualizado. Melhore sua experiência em nosso site!
Atualize Agora
Oferta relâmpago: Compre qualquer curso do TCU e ganhe 20% OFF + 1 mês de assinatura Premium! Aproveitar agora!

Questões FEPESE - 2010 - SEFAZ-SC - Analista Financeiro - Parte I

Foram encontradas 45 questões

Q67460 Português
Texto 1: S.O.S. Português

O sistema ortográfico em português é misto, ou seja, algumas palavras são grafadas de acordo com o cri­tério fonético - a pronúncia -, enquanto outras são escritas com base na etimologia. Obsessão, obcecar e obcecado são exemplos de palavras que seguem o critério etimológico, pois obedecem à grafia latina, de onde provieram. Ocorre que obcecado e obsessão não têm a mesma origem, ou seja, não provêm da mesma raiz latina, diferentemente de obcecar e obcecado. [...] Em síntese, obcecado e obsessão têm origens diversas, daí as grafias diferentes.

Outras palavras da língua portuguesa costumam des­pertar esse mesmo tipo de dúvida, como acender (atear fogo) e ascender (subir). A primeira provém do latim accendere, e a segunda do latim ascendere. As duas têm exatamente a mesma pronúncia, mas são escritas de modo diferente porque a raiz delas não é a mesma.

A melhor maneira de ter certeza sobre a grafia de uma palavra, então, é a consulta a um bom dicionário, em que se encontra também a origem dela.

TERRA, Ernani. Nova Escola. São Paulo: Abril, p. 22, mar. 2010.

De acordo com o Texto 1, indique se são verdadeiras ( V ) ou falsas ( F ) as afirmativas abaixo.

( ) O texto pode ser uma resposta correta à pergunta: "Por que a palavra 'obcecado' é grafada com C após o B, enquanto 'obsessão' grafa-se com S após o B?"

( ) O autor trata de critérios que definem o sistema ortográfico da língua portuguesa: um sistema misto, em que a grafia de algumas palavras é definida pela pronúncia e a de outras é definida pela origem.

( ) Todas as palavras que têm origem latina são necessariamente grafadas da mesma maneira.

( ) Quando duas palavras são pronunciadas de forma idêntica e têm a mesma raiz etimológica, elas têm também a mesma grafia.

Assinale a alternativa que indica a sequência correta, de cima para baixo.
Você errou!   Resposta: Parabéns! Você acertou!
Q67461 Português
Texto 1: S.O.S. Português

O sistema ortográfico em português é misto, ou seja, algumas palavras são grafadas de acordo com o cri­tério fonético - a pronúncia -, enquanto outras são escritas com base na etimologia. Obsessão, obcecar e obcecado são exemplos de palavras que seguem o critério etimológico, pois obedecem à grafia latina, de onde provieram. Ocorre que obcecado e obsessão não têm a mesma origem, ou seja, não provêm da mesma raiz latina, diferentemente de obcecar e obcecado. [...] Em síntese, obcecado e obsessão têm origens diversas, daí as grafias diferentes.

Outras palavras da língua portuguesa costumam des­pertar esse mesmo tipo de dúvida, como acender (atear fogo) e ascender (subir). A primeira provém do latim accendere, e a segunda do latim ascendere. As duas têm exatamente a mesma pronúncia, mas são escritas de modo diferente porque a raiz delas não é a mesma.

A melhor maneira de ter certeza sobre a grafia de uma palavra, então, é a consulta a um bom dicionário, em que se encontra também a origem dela.

TERRA, Ernani. Nova Escola. São Paulo: Abril, p. 22, mar. 2010.

Considere as afirmativas abaixo, relacionadas ao Texto 1.

1. Os vocábulos "acender" e "ascender", que têm grafias diferentes mas pronúncia idêntica, são classificados como homônimos heterógrafos.

2. Critério fonético é aquele que se baseia na etimologia da palavra, ou seja, considera seu desenvolvimento desde a origem até os dias atuais.

3. As palavras "obsessão" e "obcecar" são exemplos de paronímia, pois têm forma parecida mas significado diferente.

4. No último parágrafo do texto, o autor conclui que os dicionários sempre apresentam explicações sobre as origens das palavras.

Assinale a alternativa que indica todas as afirmativas corretas.
Você errou!   Resposta: Parabéns! Você acertou!
Q67462 Português
Texto 1: S.O.S. Português

O sistema ortográfico em português é misto, ou seja, algumas palavras são grafadas de acordo com o cri­tério fonético - a pronúncia -, enquanto outras são escritas com base na etimologia. Obsessão, obcecar e obcecado são exemplos de palavras que seguem o critério etimológico, pois obedecem à grafia latina, de onde provieram. Ocorre que obcecado e obsessão não têm a mesma origem, ou seja, não provêm da mesma raiz latina, diferentemente de obcecar e obcecado. [...] Em síntese, obcecado e obsessão têm origens diversas, daí as grafias diferentes.

Outras palavras da língua portuguesa costumam des­pertar esse mesmo tipo de dúvida, como acender (atear fogo) e ascender (subir). A primeira provém do latim accendere, e a segunda do latim ascendere. As duas têm exatamente a mesma pronúncia, mas são escritas de modo diferente porque a raiz delas não é a mesma.

A melhor maneira de ter certeza sobre a grafia de uma palavra, então, é a consulta a um bom dicionário, em que se encontra também a origem dela.

TERRA, Ernani. Nova Escola. São Paulo: Abril, p. 22, mar. 2010.

Em relação ao período do Texto 1:

"Obsessão, obcecar e obcecado são exemplos de palavras que seguem o critério etimológico, pois obedecem à grafia latina, de onde provieram."

Pode-se afirmar que:

1. a primeira palavra sublinhada é um pronome relativo cujo antecedente é "exemplos de palavras".

2. o sujeito da primeira oração é composto.

3. o conectivo "pois" é uma conjunção coordenativa que estabelece uma relação de consequência com a oração anterior.

4. na última oração do período, o infinitivo do verbo sublinhado é "prover", significando, nesse contexto, "providenciar".

Assinale a alternativa que indica todas as afirmativas corretas.
Você errou!   Resposta: Parabéns! Você acertou!
Q67463 Português
Texto 1: S.O.S. Português

O sistema ortográfico em português é misto, ou seja, algumas palavras são grafadas de acordo com o cri­tério fonético - a pronúncia -, enquanto outras são escritas com base na etimologia. Obsessão, obcecar e obcecado são exemplos de palavras que seguem o critério etimológico, pois obedecem à grafia latina, de onde provieram. Ocorre que obcecado e obsessão não têm a mesma origem, ou seja, não provêm da mesma raiz latina, diferentemente de obcecar e obcecado. [...] Em síntese, obcecado e obsessão têm origens diversas, daí as grafias diferentes.

Outras palavras da língua portuguesa costumam des­pertar esse mesmo tipo de dúvida, como acender (atear fogo) e ascender (subir). A primeira provém do latim accendere, e a segunda do latim ascendere. As duas têm exatamente a mesma pronúncia, mas são escritas de modo diferente porque a raiz delas não é a mesma.

A melhor maneira de ter certeza sobre a grafia de uma palavra, então, é a consulta a um bom dicionário, em que se encontra também a origem dela.

TERRA, Ernani. Nova Escola. São Paulo: Abril, p. 22, mar. 2010.

Assinale a alternativa que está corretamente redigida, de acordo com as regras da gramática normativa.
Você errou!   Resposta: Parabéns! Você acertou!
Q67464 Português
Texto 1: S.O.S. Português

O sistema ortográfico em português é misto, ou seja, algumas palavras são grafadas de acordo com o cri­tério fonético - a pronúncia -, enquanto outras são escritas com base na etimologia. Obsessão, obcecar e obcecado são exemplos de palavras que seguem o critério etimológico, pois obedecem à grafia latina, de onde provieram. Ocorre que obcecado e obsessão não têm a mesma origem, ou seja, não provêm da mesma raiz latina, diferentemente de obcecar e obcecado. [...] Em síntese, obcecado e obsessão têm origens diversas, daí as grafias diferentes.

Outras palavras da língua portuguesa costumam des­pertar esse mesmo tipo de dúvida, como acender (atear fogo) e ascender (subir). A primeira provém do latim accendere, e a segunda do latim ascendere. As duas têm exatamente a mesma pronúncia, mas são escritas de modo diferente porque a raiz delas não é a mesma.

A melhor maneira de ter certeza sobre a grafia de uma palavra, então, é a consulta a um bom dicionário, em que se encontra também a origem dela.

TERRA, Ernani. Nova Escola. São Paulo: Abril, p. 22, mar. 2010.

Considere as afirmativas abaixo, relacionadas ao Texto 1.

1. Na frase "Outras palavras da língua portuguesa costumam despertar esse mesmo tipo de dúvida.", a palavra sublinhada funciona como um substantivo, porque pode aceitar o artigo definido, como no exemplo: "o despertar da dúvida".

2. Na frase ".algumas palavras são grafadas de acordo com o critério fonético - a pronúncia -, enquanto outras são escritas com base na etimologia." ocorre um caso de ambiguidade, pela omissão do termo "palavras", na segunda oração, permitindo que se dê ao enunciado interpretações alternativas.

3. Se o primeiro período do texto fosse reescrito como segue: "O sistema ortográfico em português é misto: algumas palavras são grafadas de acordo com o critério fonético, a pronúncia, enquanto outras são escritas com base na etimologia.", ele estaria pontuado corretamente, de acordo com as regras da gramática normativa.

4. Se o sujeito (sublinhado) das orações do seguinte período "Ocorre que obcecado e obsessão não têm a mesma origem, ou seja, não provêm da mesma raiz latina." fosse substituído por "obsessão", a grafia dos demais elementos da frase resultante não se alteraria.

Assinale a alternativa que indica todas as afirmativas corretas.
Você errou!   Resposta: Parabéns! Você acertou!
Respostas
1: B
2: A
3: B
4: D
5: B