O seu navegador (Generic Browser 0) está desatualizado. Melhore sua experiência em nosso site!
Atualize Agora

A gente tem tudo o que você precisa. Planos a partir de R$22/mês. Aproveite! 🚀

Concurso IBGE é adiado para 2021 devido ao novo coronavírus

O concurso IBGE também foi afetado pelo surto do novo coronavírus, o COVID-19, no mundo. O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou que decidiu adiar o Censo Demográfico para 2021. Com isso, os processos seletivos para contratação de recenseadores e supervisores também estão suspensos.

O certame do instituto foi aberto no início de março de 2020, com a oferta de mais de 208 mil vagas temporárias para os cargos de Agente Censitário Supervisor, Agente Censitário Municipal e Recenseador.

De acordo com a nota publicada no site do IBGE, os candidatos que já efetuaram pagamento de inscrição serão reembolsados "conforme orientações a serem publicadas nos próximos dias".


Principais informações sobre o concurso IBGE:

  • Situação: ADIADO!
  • Vagas: 208.695 (temporárias)
  • Cargos: Agente Censitário Supervisor, Agente Censitário Municipal e Recenseador.
  • Escolaridade: níveis fundamental e médio
  • Remuneração: até R$ 2.400,00
  • Banca definida: Cebraspe
  • Inscrições: de 5 a 24 de março de 2020
  • Taxa de inscrição: R$ 23,61 (Recenseador) e R$ 35,80 (Agente Censitário)
  • Edital — Agente Censitário
  • Edital — Recenseador

A justificativa para a decisão de adiar o Censo 2020 é a natureza de coleta da pesquisa, domiciliar e predominantemente presencial, com estimativa de visitas de mais de 180 mil recenseadores a cerca de 71 milhões de domicílios em todo o território nacional.

"Considera, do mesmo modo, a impossibilidade de realização, em tempo hábil, de toda a cadeia de treinamentos para a operação censitária, cuja primeira etapa se iniciaria em abril de 2020, de forma centralizada, e posteriormente replicada em polos regionais e locais até o mês de julho", acrescenta o comunicado.

Ainda de acordo com o IBGE, a coleta de dados está prevista para acontecer entre os dias 1º de agosto e 31 de outubro de 2021.

Novo coronavírus: concursos são suspensos em diversas regiões do Brasil

Vagas

As mais de 208 mil vagas abertas no concurso público são distribuídas da seguinte forma:

  • Agente Censitário Municipal (ACM): 5.462
  • Agente Censitário Supervisor (ACS): 22.676
  • Recenseador: 180.557

Para concorrer a uma vaga de Agente Censitário, é necessário ter ensino médio completo. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais, e a remuneração mensal é de R$ 2.100.

O cargo de Recenseador, função com maior número de vagas, requer ensino fundamental completo. A jornada de trabalho da função é de 25 horas semanais.

A remuneração será por produção, calculada por setor censitário, conforme taxa fixada e de conhecimento prévio pelo Recenseador, de unidades recenseadas (domicílios urbanos e/ou rurais), tipo de questionário (básico ou amostra), pessoas recenseadas e registro no controle da coleta de dados.

O candidato poderá simular valores de remuneração na página do concurso no site da banca organizadora.

Provas

As provas objetivas do processo seletivo estavam previstas para acontecer em maio de 2020 e seriam compostas de 60 questões de múltipla escolha para os cargos de Agente Censitário e de 50 questões objetivas para Recenseador.

As disciplinas descritas no edital de abertura do concurso são as seguintes:

Recenseador

  • Português (10)
  • Ética no Serviço Público (5)
  • Matemática (10)
  • Conhecimentos Técnicos (25)

Agente Censitário

  • Português (10)
  • Raciocínio Lógico-Matemático (10)
  • Ética no Serviço Público (5)
  • Noções de Administração / situações gerenciais (15)
  • Conhecimentos Técnicos (20)

Cadastre-se e faça parte da maior comunidade de ensino on-line do Brasil.