O seu navegador (Generic Browser 0) está desatualizado. Melhore sua experiência em nosso site!
Atualize Agora
Semana do cliente: assine o Plano Anual Premium com 20% de desconto! Quero aproveitar!

Uso da Crase: entenda o que é, como usar e suas regras

A crase é um dos conteúdos mais polêmicos da língua portuguesa, pois tende a gerar muitas dúvidas quanto ao adequado uso. Assim sendo, para entender esse recurso, faz-se necessário aprofundar a definição e as regras.

Primeiro devemos entender o que é crase. Ela é a fusão de dois sons do “a”, em que um deles é obrigatoriamente o som da preposição a; o outro som pode ser o do artigo a, o do pronome demonstrativo  a  (redução de aquela), ou o da primeira sílaba dos pronomes demonstrativos  aquele, aquela (e seus plurais) e aquilo. Dessa forma, crase é o nome do fenômeno em que há, na maioria das vezes, junção de artigo e preposição. O acento que marca tal fenômeno é denominado acento grave (` ).

A seguir mostramos as regras quanto ao emprego nos casos em que a crase é facultativa, em que ela é necessária e nos casos em que ela nunca deve aparecer.

Casos em que a crase é facultativa

Antes de pronomes possessivos femininos

Ex.: Levaremos o livro à (a + a) sua casa.

Ex.: Levaremos o livro a (só preposição) sua casa.

Antes de nomes próprios femininos

Ex.: Desejo tudo de bom à (a + a) Ana.

Ex.: Desejo tudo de bom a (só preposição) Ana.

Casos especiais em que ocorre a crase

Em locuções com núcleos substantivos femininos

Ex.: à caneta / à gasolina / à tinta / à medida que

Antes de substantivos masculinos quando estão subentendidas as palavras “moda” ou “faculdade” (ou empresa, escola e análogos)

Ex.: Ele escreve à Rui Barbosa. (à moda de Rui Barbosa)

Em topônimos (nomes de lugares) só ocorrerá a crase se for antecedido de artigo a

Ex.: Vou à Itália. (Ir a + a Itália).  (Eu vim da Itália – da: preposição de + artigo a)

Ex.: Vou a Portugal. (Ir a + Portugal).  (Vim de Portugal – de: só preposição)

Antes da palavra casa

Quando tem a acepção de lar, morada e não vem acompanhada de algum termo restritivo ou modificador, a palavra casa não é antecedida de artigo.

Ex.: Fui a casa apanhar os documentos do carro.

A palavra casa, porém, vem precedida de artigo quando significa edifício, prédio, estabelecimento comercial, dinastia, ou quando se refere a qualquer instituição ou sociedade.

Ex.: Fui à casa de Maria apanhar os documentos.

Antes do pronome relativo a qual

Ex.: A menina à qual me refiro é muito estudiosa. (referir-se a + a qual)

Antes do pronome de tratamento senhora, que é acompanhado por artigo definido

Ex.: Ele explicou o caso à senhora? (explicar a + a senhora)

Porém, os pronomes de tratamento iniciados por pronomes possessivos não vêm antecedidos de artigos, portanto, não ocorre crase antes deles.

Ex.: Ele explicou o caso a Vossa Excelência?

Antes da palavra terra

A palavra terra, na maioria das suas acepções, pode vir precedida do artigo a.

Ex.: Voltou à terra onde nascera. (Voltar a + a terra)

Ex.: O agricultor tem apego à terra. (apego a + a terra)

Quando, porém, a palavra terra opõe-se à palavra bordo, é considerada indeterminada, e não admite artigo nem crase.

Ex.: Logo que o navio aportou, os marinheiros desceram a terra.

Casos especiais em que não ocorre a crase

Antes dos pronomes relativos que, cuja, quem e dos pronomes em geral que não vêm acompanhados de artigo

Ex.: A menina a que ou a quem me referi é minha aluna. (referir-se a + que)

Antes de substantivos femininos no plural, indefinidos

Ex.: Maria tem aversão a festas.

Entre substantivos iguais, formando locução

Ex.: cara a cara / frente a frente / gota a gota / dia a dia

Antes de verbos, situação em que não se admitem artigos

Ex.: Comecei a fazer os exercícios.

Depois de outras preposições, com exceção de até

Ex.: Espero você desde as nove horas.

Importante lembrar que dois conteúdos da língua portuguesa são imprescindíveis para entender melhor as regras da crase: morfologia, para saber a distinção entre artigo e preposição; e sintaxe, principalmente a parte de regência.

Questões Exercícios de crase

Exercício de Crase

E nada melhor para fixar o conteúdo do que uma questão!

Vejamos a seguir:

Assinale a alternativa em que o sinal indicativo de crase está empregado em conformidade com a norma-padrão da língua:

a) Segundo Cuarón, o cinema deve voltar seu olhar à todos aqueles para quem ninguém olha.

b) Roma chegou à receber o Oscar de melhor filme estrangeiro, o que gerou certa polêmica.

c) Em 2019, o Oscar de melhor direção foi concedido à Alfonso Cuarón, por Roma.

d) O cineasta mostrou-se grato por terem dado valor à um filme centrado em uma mulher indígena.

e) Cuarón agradeceu às atrizes Yalitza Aparicio e Marina de Tavira, dizendo que elas “são o filme”.

Essa questão foi elaborada pela banca VUNESP para o concurso da Prefeitura de Guarulhos - SP. Conseguiu acertar? Se você marcou a letra E está sabendo tudo sobre crase!

Veja cada alternativa comentada:

a) Não ocorre crase antes de pronome indefinido (todos).

b) Não ocorre crase antes de verbo (receber).

c) Não ocorre crase antes de substantivo masculino (Alfonso).

d) Não ocorre crase antes de artigo indefinido (um).

e) Gabarito! A crase está empregada corretamente com a regência do verbo agradecer (agradecer a + artigo a).

Até a próxima!

Cadastre-se e faça parte da maior comunidade de ensino on-line do Brasil.