O seu navegador (Generic Browser 0) está desatualizado. Melhore sua experiência em nosso site!
Atualize Agora

[OFERTA POR TEMPO LIMITADO] 30% OFF assinatura Premium Anual

Eu quero

Dicas sobre o uso da vírgula

A pontuação é um dos assuntos mais cobrados nos editais de concursos públicos. E, por ter tamanha importância, é um conteúdo essencial para qualquer cronograma de estudos. A variedade de regras e usos pode assustar o aluno principiante, mas com a prática e a leitura das principais distinções tudo se torna mais fácil.

É o que acontece com o caso da vírgula. Sinal de pontuação muito utilizado em textos e lembrado até em diálogos (quem não recorda de alguma professora falando que vírgula “é a pausa entre uma frase e outra?”) é cada vez mais abordado nas provas, principalmente em certames organizados pelas bancas CESPE e FCC. Elenco aqui as principais regras de quando usar essa pontuação e os casos em que nunca (jamais!) devemos utilizar.

Quando usar?

1 - Ao separar termos que exercem a mesma função sintática, quando não vierem ligados pelas conjunções e, ou e nem.

Ex.: As crianças adoram sorvete (OD), bolo (OD), chocolate (OD), balas (OD), pipoca (OD) e doces em geral.

*OD - Objeto Direto.

2 - Ao separar o aposto (ou qualquer outro termo ou oração de valor meramente explicativo).

Ex.: A moça, (prima da minha amiga), não quis comer nada.

3 - Ao separar os predicativos de valor explicativo que estão antes do verbo.

Ex.: Maria, (cheia de emoção), aceitou o pedido do noivo.

4 - Ao separar o vocativo.

Ex.: (Menino), desce já daí!

5 - Ao separar nomes de lugares, em indicações de datas.

Ex.: (Rio de Janeiro), 02 de Novembro de 2018.

6 - Separar o adjunto adverbial deslocado de sua posição habitual.

Ex.: (Na manhã daquele dia), João saiu sem dar explicação.

7 - Separar palavras e expressões de natureza explicativa, continuativa ou conclusiva (além disso, aliás, a saber, assim, com efeito, então, isto é…)

Ex.: Fez o que mais queria, (ou seja), viajou e descansou.

Quando nunca (jamais) usar!

1 - Não se separa o sujeito do verbo por vírgula, em ordem direta ou inversa.

Ex.: Eu estava hospedado na casa da minha prima / A casa em que eu estava hospedado era a da minha prima.

2 - Não se separa por vírgula o verbo ou o nome de seus complementos, em ordem direta ou inversa.

Ex.: Tenho horror das baratas! / Das baratas tenho horror!

Assinatura Ilimitada Estude a teoria completa e resolva questões em um único lugar

Cadastre-se e faça parte da maior comunidade de ensino on-line do Brasil.