Atualizando histórico

Estamos atualizando seu histórico de questões resolvidas, por favor aguarde alguns instantes.

Menu
Cadastre-se

Questões de Concursos - Questões

ver filtro
filtros salvos
  • Você ainda não salvou nenhum filtro
    • Apenas que tenham
    • Excluir questões
    salvar
    salvar x
    limpar
    1 questão encontrada
    Ano: 2011
    Banca: VUNESP
    Órgão: PM-SP
    Mãos dadas

    Não serei o poeta de um mundo caduco.
    Também não cantarei o mundo futuro.
    Estou preso à vida e olho meus companheiros.
    Estão taciturnos mas nutrem grandes esperanças.
    Entre eles, considero a enorme realidade.
    O presente é tão grande, não nos afastemos.
    Não nos afastemos muito, vamos de mãos dadas.
    Não serei o cantor de uma mulher, de uma história,
    não direi os suspiros ao anoitecer, a paisagem vista da janela,
    não distribuirei entorpecentes ou cartas de suicida,
    não fugirei para as ilhas nem serei raptado por serafins.
    O tempo é a minha matéria, o tempo presente, os homens presentes,
    a vida presente.
    (Carlos Drummond de Andrade. Obra completa.)

    Analise as afirmações, referentes ao eu lírico que se manifesta no poema.

     I. Declara que no convívio social a realidade se revela nítida e inexorável.
     II. Almeja alcançar o lirismo contemplativo.
     III. Nega-se a viver num escapismo romântico e num pessimismo decadentista.
     IV. Conclama seus parceiros a enfrentarem a vida de forma unida.

    Está correto apenas o que se afirma em

    Você configurou para não ver comentários antes de resolver uma questão.