O seu navegador (Generic Browser 0) está desatualizado. Melhore sua experiência em nosso site!
Atualize Agora

A MAIOR Black Friday está chegando. Inscreva-se e saia na frente 🧡

Questões Militares de História - Fundamentos da História : Tempo, Memória e Cultura

Foram encontradas 17 questões

Q1006648 História
É com o objetivo de fomentar o diálogo sobre a questão da alteridade que Todorov sustenta a tese sobre o desconhecimento do outro pelos espanhóis ao narrar a descoberta da América e sua conquista. A partir do ponto de vista desse autor sobre a visão do outro no contexto do descobrimento da América, analise as alternativas e assinale a resposta correta.
I. O autor, ao contextualizar temporalmente os personagens evidenciados nas fontes, traça diversas conexões entre os discursos produzidos em cada tempo e as relações de poder travadas na época da conquista. II. A tese central de Todorov sobre a vitória espanhola contra os Astecas, está centrada na incapacidade dos indígenas em entender e comunicar-se individualmente com o outro. III. Todorov utiliza um aparato documental produzido pelos conquistadores e missionários espanhóis, tais como cartas e diários. Sua leitura é a de um semiótico, pois analisa as fontes de formas discursivas. IV. Ao problematizar a questão do outro, Todorov se propôs a comprovar que os espanhóis não conheciam os indígenas. O contato entre os distintos povos não resultou na compreensão, mas na destruição e massacre dos índios pelos conquistadores.
Alternativas
Q1006643 História
Em 1924, o historiador Marc Bloch publicou o livro "Reis Taumaturgos: o caráter sobrenatural do poder régio: França e Inglaterra” e deu um passo importante para o desenvolvimento de uma nova história política, não mais atenta apenas em descrever dinastias, batalhas e reinos, mas pondo em evidência suas relações com o imaginário, com o mágico. A partir do que foi apontado acima, analise as afirmativas abaixo e depois assinale a alternativa que está correta.
( ) A nova história política permitiu historicizar o que antes era considerada apenas como anedota. ( ) O fenômeno atribuído aos reis franceses e ingleses de curar escrófulas (adenite tuberculosa), com o toque das mãos é característico do medievo, os ritos de cura não poderíam ser difundidos na modernidade, visto que a medicina e outras formas de conhecimento deslegitimariam tais práticas. ( ) O caráter sobrenatural do poder dos reis franceses e ingleses tem elementos de legitimidade anteriores às dinastias Capetingia e Plantageneta, de meados do século XIII. Pepino, o Breve, no século VIII, e os reis posteriores a ele, já haviam legitimado o seu poder a partir de uma cerimônia influenciada no Antigo Testamento: a unção régia constituía-se, portanto em um rito de sacralização do monarca.
Alternativas
Q1006640 História
De acordo com o historiador Perry Anderson, apesar de “muitas das técnicas do sistema absolutista terem sido criadas na Itália”, essa região não logrou desenvolver um absolutismo nacional. Assinale a opção que contém a explicação do autor a esse problema histórico. (Percy Anderson, Linhagens do Estado absolutista).
Alternativas
Q1006638 História
Parafraseando Lucien Febvre — para quem o conhecimento histórico deve ter como referência “os homens, nunca o Homem” — toma-se inadequado falar em uma “historia da mulher”. Diversas em sua condição social, étnica, raça, crenças religiosas, enfim, na sua trajetória marcada por inúmeras diferenças, cabe, portanto, abordar a “historia das mulheres”. (SOIHET, Rachel. História das mulheres. In:____VAINFAS, Ronaldo. Domínios da Ilistória: ensaios de leoriae metodologia. Rio de Janeiro: Campus, 1997. p.399).
A história, com raras exceções, até a segunda metade do século XX silenciou e negligenciou diversos indivíduos sociais, entre eles as mulheres. A história das mulheres foi e é uma reação contra esses silêncios. Sobre a história das mulheres observe as afirmativas abaixo, use “V” quando for verdadeiro e “F” quando for falso, depois assinale a sequência correta.
( ) Os novos rumos e as novas abordagens assumidos pela história cultural pluralizaram os objetos da história e, nessa perspectiva, as mulheres assumiram na historiografia a condição de sujeitos históricos. ( ) As lutas sociais estão desassociadas da história das mulheres, constituindo-se apenas uma disciplina acadêmica sem perspectivas práticas. ( ) A história positivista, devido a sua exclusiva atenção pela política, privilegiou as fontes oficiais, militares, diplomáticas, em que as mulheres pouco aparecem, construindo uma história dos homens para os homens.
Alternativas
Q719444 História
A história-problema, preocupada em estudar e compreender as relações entre o presente e o passado e as produções de conhecimento pelos alunos, tem sido constantemente evocada como alternativa para se alcançar o objetivo pedagógico de prover de significado o ensino da História. Com base na proposta curricular do Conteúdo Básico Comum (CBC), assinale a alternativa incorreta.
Alternativas
Respostas
11: E
12: A
13: D
14: B
15: C