O seu navegador (Generic Browser 0) está desatualizado. Melhore sua experiência em nosso site!
Atualize Agora

Questões UniCEUB - 2014 - UniCEUB - Vestibular - 1º Vestibular

Foram encontradas 60 questões

Q515678 Português
TEXTO I

O jardim ou o jardineiro?


O que é que se encontra no início? O jardim ou o jardineiro? É o jardineiro. Havendo um jardineiro, mais cedo ou mais tarde um jardim aparecerá. Mas, havendo um jardim sem jardineiro, mais cedo ou mais tarde ele desaparecerá. O que é um jardineiro? Uma pessoa cujo pensamento está cheio de jardins. O que faz um jardim são os pensamentos do jardineiro. O que faz um povo são os pensamentos daqueles que o compõem.

Entre a ciência e a sapiência: o dilema da educação"
- Página 24, de Rubem Alves - Edições Loyola, 1999.


De acordo com o texto, assinale a alternativa incorreta.

Você errou!   Resposta: Parabéns! Você acertou!
Q515679 Português
TEXTO II

Modinha do empregado de banco


Eu sou triste como um prático de farmácia,
Sou quase tão triste como um homem que usa costeletas.
Passo o dia inteiro pensando nuns carinhos de mulher
Mas só ouço o tectec das máquinas de escrever.

Lá fora chove e a estátua de Floriano fica linda.
Quantas meninas pela vida afora!
E eu alinhando no papel as fortunas dos outros.
Se eu tivesse estes contos punha a andar
A roda da imaginação nos caminhos do mundo.
E os fregueses do Banco
Que não fazem nada com estes contos!
Chocam outros contos para não fazerem nada com eles

Também se o Diretor tivesse a minha imaginação
O Banco já não existiria mais
E eu estaria noutro lugar.

Murilo Mendes

Leia o poema de Murilo Mendes e assinale a alternativa incorreta.
Você errou!   Resposta: Parabéns! Você acertou!
Q515680 Português
Leia as alternativas e assinale a correta.
Você errou!   Resposta: Parabéns! Você acertou!
Q515681 Português
Assinale a alternativa onde a pontuação é empregada corretamente.
Você errou!   Resposta: Parabéns! Você acertou!
Q515682 Português
TEXTO III

                        O amor não tem nada a ver com a idade

      Penso saber que o amor não tem nada que ver com a idade, como acontece com qualquer outro sentimento. Quando se fala de uma época a que se chamaria de descoberta do amor, eu penso que essa é uma maneira redutora de ver as relações entre as pessoas vivas. O que acontece é que há toda uma história nem sempre feliz do amor que faz que seja entendido que o amor numa certa idade seja natural, e que noutra idade extrema poderia ser ridículo. Isso é uma ideia que ofende a disponibilidade de entrega de uma pessoa a outra, que é em que consiste o amor.
      Eu não digo isto por ter a minha idade e a relação de amor que vivo. Aprendi que o sentimento do amor não é mais nem menos forte conforme as idades, o amor é uma possibilidade de uma vida inteira, e se acontece, há que recebê-lo. Normalmente, quem tem ideias que não vão neste sentido, e que tendem a menosprezar o amor como fator de realização total e pessoal, são aqueles que não tiveram o privilégio de vivê-lo, aqueles a quem não aconteceu esse mistério.

                                                                                          José Saramago, em “Revista Máxima, Outubro 1990"
Observe os excertos abaixo e a classificação para a palavra em destaque. A seguir assinale a alternativa correta.

I – Em “Penso saber que o amor não tem nada a ver com a idade, como acontece com qualquer outro sentimento.", a oração apresenta um sujeito indeterminado, indicado pela palavra PENSO.
II – Em “Isso é uma ideia que ofende a disponibilidade de entrega de uma pessoa a outra,..." QUE é uma preposição.
III – Em “Eu não digo isto por ter a minha idade e a relação de amor que vivo.", a palavra ISTO classifica-se como pronome demonstrativo.
Você errou!   Resposta: Parabéns! Você acertou!
Respostas
1: C
2: D
3: C
4: B
5: A