O seu navegador (Generic Browser 0) está desatualizado. Melhore sua experiência em nosso site!
Atualize Agora
Compre hoje com 20% de desconto no plano Premium Anual Assinar agora

Questões de Concursos

Foram encontradas 12 questões

Q525259 História
Na década de 90 do século passado, pela primeira vez em dois séculos, faltava inteiramente ao mundo, qualquer sistema ou estrutura internacional. O único Estado restante que teria sido reconhecido como grande potência, eram os Estados Unidos da América. O que isso significava na prática era bastante obscuro. A Rússia fora reduzida ao tamanho que tinha no século XII. A Grã-Bretanha e a França gozavam apenas de um status puramente regional. A Alemanha e o Japão eram sem dúvida “grandes potências" econômicas, mas nenhum dos dois sentira a necessidade de apoiar seus enormes recursos econômicos com força militar.


Eric Hobsbawm. Era dos extremos. O breve século XX, 1914-1991.
São Paulo: Companhia das Letras, 2006, p. 538 (com adaptações).


A partir das ideias apresentadas no texto, julgue o próximo item, referentes à política internacional no século XX e à ordem mundial instaurada após o fim da Guerra Fria.


Desde a redemocratização, a atuação do Brasil no cenário internacional tem-se pautado pela ênfase no multilateralismo, não envolvimento em conflitos territoriais com países vizinhos, defesa da paz e dos direitos humanos, bem como eventuais participações em missões de paz das Nações Unidas.

Você errou!   Resposta: Parabéns! Você acertou!
Q525255 História
Na década de 90 do século passado, pela primeira vez em dois séculos, faltava inteiramente ao mundo, qualquer sistema ou estrutura internacional. O único Estado restante que teria sido reconhecido como grande potência, eram os Estados Unidos da América. O que isso significava na prática era bastante obscuro. A Rússia fora reduzida ao tamanho que tinha no século XII. A Grã-Bretanha e a França gozavam apenas de um status puramente regional. A Alemanha e o Japão eram sem dúvida “grandes potências" econômicas, mas nenhum dos dois sentira a necessidade de apoiar seus enormes recursos econômicos com força militar.

Eric Hobsbawm. Era dos extremos. O breve século XX, 1914-1991. São Paulo: Companhia das Letras, 2006, p. 538 (com adaptações).


A partir das ideias apresentadas no texto, julgue o próximo item, referentes à política internacional no século XX e à ordem mundial instaurada após o fim da Guerra Fria.


A despeito da derrocada da antiga União Soviética em 1991, o contexto imediatamente posterior à Guerra Fria não foi marcado pelo estabelecimento de um sistema internacional organizado para reduzir conflitos e garantir o equilíbrio entre os estados.

Você errou!   Resposta: Parabéns! Você acertou!
Q525254 História
O populismo, no Brasil, na Argentina ou no Peru, implicava uma relação ambígua entre os cidadãos e o governo. A antecipação dos direitos sociais fazia que os direitos não fossem vistos como tais, como independentes da ação do governo, mas como um favor em troca do qual se deviam gratidão e lealdade. A cidadania que daí resultava era passiva e receptora antes que ativa e reivindicadora.


José Murilo de Carvalho. Cidadania no Brasil. O longo caminho.
Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2001, p. 126 (com adaptações).


A partir das ideias do texto acima, julgue o item subsequente, relativos a ditaduras e cidadania na América Latina.


No Brasil, entre os anos de 1930 e 1940, o Estado Novo foi um regime autoritário que se caracterizou por restringir direitos civis, políticos e trabalhistas da população.

Você errou!   Resposta: Parabéns! Você acertou!
Q525253 História
O populismo, no Brasil, na Argentina ou no Peru, implicava uma relação ambígua entre os cidadãos e o governo. A antecipação dos direitos sociais fazia que os direitos não fossem vistos como tais, como independentes da ação do governo, mas como um favor em troca do qual se deviam gratidão e lealdade. A cidadania que daí resultava era passiva e receptora antes que ativa e reivindicadora.


José Murilo de Carvalho. Cidadania no Brasil. O longo caminho.
Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2001, p. 126 (com adaptações).


A partir das ideias do texto acima, julgue o item subsequente, relativos a ditaduras e cidadania na América Latina.


Diferentemente do que aconteceu no Brasil e em outros países latino-americanos, em grande parte da Europa ocidental, a expansão dos direitos sociais ocorreu após a consolidação de um grande número de direitos civis e políticos.

Você errou!   Resposta: Parabéns! Você acertou!
Q525252 História
O populismo, no Brasil, na Argentina ou no Peru, implicava uma relação ambígua entre os cidadãos e o governo. A antecipação dos direitos sociais fazia que os direitos não fossem vistos como tais, como independentes da ação do governo, mas como um favor em troca do qual se deviam gratidão e lealdade. A cidadania que daí resultava era passiva e receptora antes que ativa e reivindicadora.


José Murilo de Carvalho. Cidadania no Brasil. O longo caminho.
Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2001, p. 126 (com adaptações).


A partir das ideias do texto acima, julgue o item subsequente, relativos a ditaduras e cidadania na América Latina.


O último regime autoritário vivenciado pela Argentina, que enfrentou diversos golpes de Estado ao longo do século XX, iniciou-se em 1976 e foi marcado, entre outros fatos, pela violenta perseguição a grupos políticos de oposição.

Você errou!   Resposta: Parabéns! Você acertou!
Respostas
1: C
2: C
3: E
4: C
5: C