Atualizando histórico

Estamos atualizando seu histórico de questões resolvidas, por favor aguarde alguns instantes.

Menu
Cadastre-se

Questões de Concursos - Questões

ver filtro
filtros salvos
  • Você ainda não salvou nenhum filtro
    • Apenas que tenham
    • Excluir questões
    salvar
    salvar x
    limpar
    1 questão encontrada
    Ano: 2013
    Banca: CESPE
    Órgão: TRT - 8ª Região (PA e AP)
           Um homem de setenta e quatro anos de idade foi internado na clínica médica de um hospital após apresentar dificuldades respiratórias. Evoluiu com infecção do trato urinário, hipoatividade, rigidez nos membros superiores e inferiores, disfagia e pneumonia hospitalar. No momento do exame físico, o paciente estava alerta, respondia a alguns comandos simples, apresentava acúmulo de muco em vias aéreas superiores e dificuldade para tossir, não era capaz de sair do leito sozinho e era-lhe administrado oxigênio sob máscara de Venturi fornecendo 50% de FiO2. A filha que o acompanhava relatou que, havia mais de um ano, o paciente tinha sido diagnosticado com câncer de próstata e que, desde então, o pai vinha apresentando sono fragmentado durante a noite e sonolência diurna. A filha relatou, ainda, que, havia um mês, seu pai tinha sido internado com dores na região pélvica, ocasião em que fora diagnosticada metástase óssea, advinda do câncer de próstata, sem possibilidades de cura. Referiu, por fim, que, na noite anterior, seu pai não dormiu bem, em razão da agitação e da dispneia. O paciente tinha histórico de constipação crônica e havia evacuado pela manhã fezes líquidas. O exame físico indicou ainda, roncos à ausculta pulmonar. Nas 24 horas seguintes, internado, o paciente apresentou diurese de 1.100 mL, sob dispositivo urinário externo, e permaneceu sob dieta por sonda nasoenteral, com boa aceitação, sem relatos de vômito.
    A partir da situação apresentada, assinale a opção correta a respeito da máscara de Venturi.

    Você configurou para não ver comentários antes de resolver uma questão.