Atualizando histórico

Estamos atualizando seu histórico de questões resolvidas, por favor aguarde alguns instantes.

Menu
Cadastre-se

Questões de Concursos - Questões

ver filtro
filtros salvos
  • Você ainda não salvou nenhum filtro
    • Apenas que tenham
    • Excluir questões
    salvar
    salvar x
    limpar
    1 questão encontrada
    Ano: 2010
    Banca: CESPE
    Órgão: Banco da Amazônia


    Considere que, na instalação de bombeamento de água ilustrada na figura acima, o escoamento seja laminar e plenamente desenvolvido ao longo de toda a instalação. Considere, ainda, que a queda de pressão, ΔPf, oriunda da perda de carga distribuída, seja dada pela expressão 


    em que D é o diâmetro da tubulação, L, o comprimento da tubulação, ρ, a massa específica, e f, o fator de atrito, que, no caso do fluxo laminar, é dado por

    em que ReD é o número de Reynolds baseado no diâmetro (D) da tubulação e na velocidade média U do fluido. As quedas de pressão localizadas, ΔPi, que ocorrem em função dos componentes da tubulação, podem ser contabilizadas empregando-se coeficientes de perda de carga ki, para cada componente, definidos de forma que


    A aceleração da gravidade local é igual a 10 m/s2, a massa específica da água é igual a 1.000 kg/m3e sua viscosidade é de 1,0 × 10-3 Pa s. A tubulação é de seção transversal circular e tem diâmetro igual a 25 mm. Os coeficientes de perda de carga localizada, associados aos joelhos J1 e J2, são iguais a 0,1. Todo o trecho de tubulação e todos os componentes anteriores à sucção da bomba podem ser desconsiderados no que tange ao cálculo das perdas de carga. Nessas condições, julgue o item a seguir.
    Para o caso de escoamento laminar, a perda de carga independe da rugosidade específica da tubulação.

    Você configurou para não ver comentários antes de resolver uma questão.