Atualizando histórico

Estamos atualizando seu histórico de questões resolvidas, por favor aguarde alguns instantes.

Menu
Cadastre-se

Questões de Concursos - Questões

ver filtro
filtros salvos
  • Você ainda não salvou nenhum filtro
    • Apenas que tenham
    • Excluir questões
    salvar
    salvar x
    limpar
    1 questão encontrada
    Ano: 2014
    Banca: FGV
    Órgão: SUSAM
    Prova: Advogado
    Texto II 

    Nos reinos da intolerância 
    A  intolerância  sexual  reverberou  na  Casa  Branca  e  no 
    Vaticano.  O  presidente  Barack  Obama  criticou  os  países  que 
    adotam  leis  discriminatórias  contra  homossexuais.  “Não  tenho 
    nenhuma  tolerância  com  os  países  que  tentam  tratar  gays, 
    lésbicas ou pessoas transgênero de uma maneira que os  intimide 
    ou  prejudique”,
    declarou.  Já  o  Papa  Francisco  distinguiu-se  de 
    seus antecessores, explicando que não tem o direito de  julgar as 
    inclinações sexuais dos indivíduos.
    Normatizar  o  comportamento  sexual  de  um  indivíduo,  algo 
    que  só pertence  a ele,  constitui uma das  formas mais  cruéis de 
    violência.  Cada  ação  política  nessa  direção  potencializa  a 
    discriminação e o ódio sexual. Obama entendeu isso e até o Papa 
    ensaiou  uma  mudança  na  tradicional  posição  doutrinária  da 
    Igreja.  Entretanto,  a  política  da  intolerância  continua  a  imperar 
    nos países que negaram o valor dos direitos individuais. 
    (Axé SilvaO Mundo, setembro de 2013)  
    “Quem  sou  eu  para  julgá-lo?”.  Se  colocarmos  essa  frase  de  discurso  direto  em  discurso  indireto,  começando  por  “O  Papa  perguntou...”, o  restante da  frase estaria corretamente expresso  em 

    Você configurou para não ver comentários antes de resolver uma questão.