O seu navegador (Generic Browser 0) está desatualizado. Melhore sua experiência em nosso site!
Atualize Agora

PROMOÇÃO ILIMITADA DIGITAL - Prepare-se para a retomada dos concursos

Quero aproveitar o bonus

Tendências: a importância do Português para concurso público

Todos os anos, centenas de concursos públicos abrem,espalhadas em municípios e estados de todo o país, oferecendo vagas para diferentes níveis de escolaridade e áreas. No entanto, 100% das provas têm ao menos uma característica em comum: a Língua Portuguesa como disciplina obrigatória.

Seria estranho se o Português não fosse cobrado em provas de concursos públicos, já que é a língua nativa dos brasileiros e um dos dez idiomas mais falados do mundo.

A importância do idioma nos processos seletivos é comprovada pela dedicação aos estudos dentro da plataforma do Qconcursos. A disciplina de Língua Portuguesa é uma das mais resolvidas entre os estudantes e vem crescendo desde janeiro de 2020, como mostra o gráfico abaixo.

O gráfico acima é referente às questões objetivas dentro da plataforma. Porém, o Português não está só em perguntas de múltipla escolha ou certo e errado. A Língua Portuguesa está em todo o caderno de provas: na prova objetiva, nas questões discursivas de conhecimentos específicos e na redação, etapas presentes em boa parte dos concursos de nível médio e superior, além da interpretação das perguntas das outras disciplinas.

Níveis de escolaridade

Uma pesquisa feita entre janeiro e junho de 2020 apontou que houve um aumento de 25% nas resoluções de questões de Português para nível médio e de 30% para nível superior. Já para nível fundamental foi registrada uma diminuição de 25%. Veja no gráfico abaixo:

Essa diferença se deve à ideia de que as provas desses casos são mais fáceis em comparação aos outros, o que pode ser uma armadilha e acabar prejudicando o desempenho do candidato.

Conteúdos mais cobrados

Independentemente do cargo e da escolaridade, os assuntos que se destacam entre os mais cobrados em todas as provas são interpretação de texto, ortografia, morfologia, sintaxe e pontuação.

Por esse motivo, tais temas são os mais cotados entre todos disponíveis na plataforma. Junta-se a essa seleção a crase, conteúdo que é temido por boa parte dos estudantes, não só na preparação para concursos públicos.

Interpretação de textos

De acordo com o Indicador de Analfabetismo Funcional (Inaf) de 2018, três em cada dez brasileiros são analfabetos funcionais. Embora a escolaridade média tenha aumentado nos últimos anos, 29% da população ainda tem dificuldades em compreender textos, mesmo entre aqueles que concluem o ensino médio.

Isso faz com que a interpretação de textos seja o assunto mais explorado da disciplina de Português em todas as fases da vida do estudante, incluindo na preparação para concursos.

O tema é o mais buscado entre as questões de Língua Portuguesa e está no topo das resoluções de questões dos três níveis de escolaridade. Dentre as examinadoras, a Cespe/Cebraspe é a banca que mais aborda o assunto, seguida da FCC e Vunesp, como revela o gráfico abaixo.

A professora do Qconcursos Ana Machado comenta que a interpretação de textos, assim como a pontuação, é o tema que gera mais dúvidas nas suas aulas.

“Para entender a interpretação, nada melhor do que praticar com a leitura de diversos textos”, diz.

A polêmica crase

A acentuação gráfica apresenta alto índice de acertos, mas há um ponto fora dessa curva: a crase. Como já mencionado acima, o fenômeno é o campeão de dúvidas entre os alunos da professora Ana Machado.

“Muitos alunos ainda não entenderam as regras. Isso se deve ao fato de que, antes de estudar crase, devemos estudar regência verbal e nominal. Esse conteúdo é imprescindível para entender quando utilizar o acento grave, que é o acento indicador da crase”. explica.

Leia mais: Entenda o que é o uso da crase, suas regras e como usá-la

As bancas que mais cobram crase em suas provas são Cespe/Cebraspe e Vunesp. No entanto, a acentuação também é avaliada em todas as redações de concursos públicos, o que a torna ainda mais importante para a aprovação.

Comportamento nos estudos

Quando se trata de desempenho nos estudos de Português, os concurseiros, no geral, tendem a acertar mais perguntas sobre sílabas, acentuação e a diferença entre “há” e “a”. Já os erros são mais comuns no emprego do infinitivo e na aplicação do “senão” e “se não”.

Ao segmentar os níveis de escolaridade, notam-se algumas diferenças no comportamento entre erros e acertos. Enquanto os assuntos sobre a língua culta e a pontuação nas questões de nível fundamental e nível médio apresentam maior taxa de erro, numerais são o calo no pé de quem estuda com questões de nível superior. Neste caso, a dificuldade também é apontada nas horas de estudos dedicadas ao tema dentro do Qconcursos.com.

QUESTÕES COM MENOR TAXA DE ACERTO POR NÍVEL
Nível fundamental Morfologia, Adjetivos
Nível médio Sintaxe, Concordância Verbal, Concordância Nominal
Nível superior Morfologia, Adjetivos

De acordo com a professora Ana Machado, os erros acima refletem a falta de leitura e prática da escrita.

“Percebo nas redações e também em textos na internet que as pessoas não empregam corretamente o infinitivo. Isso acontece até na oralidade”, explica a professora.

Estude com mais de 100 mil questões de Língua Portuguesa

Ana Machado afirma que tais erros podem ser solucionados com a leitura de livros, artigos de opinião, notícias ou história em quadrinhos.

“A prática leva à perfeição: é muito importante praticar a leitura, pois para ser um bom redator, antes de tudo é necessário ser um ótimo leitor”, aconselha.

Bancas

Já sabemos os assuntos mais cobrados na prova de Língua Portuguesa em concursos. No entanto, a forma de cobrança varia de acordo com a banca organizadora do certame. O gráfico abaixo mostra a taxa de acerto por bancas em 2020.

As bancas FAUEL, AMEOSC e FURB são as que registram maior taxa de acerto entre os estudantes, enquanto o Exército Brasileiro, a UFPR e a COPESE-UFPI têm a menor proporção de respostas corretas.

Responsáveis pela organização de exames bastante concorridos, Cespe, Fundação Carlos Chagas (FCC) e Vunesp são as bancas com maior número de questões resolvidas e registram taxas de acerto na faixa de 68% a 76%.

Apesar da importância da banca na hora de estudar, a professora Ana Machado recomenda aos concurseiros, especialmente aos iniciantes, que analisem o edital assim que lançado, pois nem todo conteúdo de Português é trabalhado pela banca.

“É importante notar se o edital trabalha com alguma gramática específica. As teorias gramaticais podem ser trabalhadas de modos diferentes, dependendo do autor escolhido. Essa parte pode ser facilmente encontrada na seção de referências bibliográficas do edital”, ressalta.

Como estudar Português para concursos?

A professora Ana Machado tem observado que as bancas estão cobrando mais questões sobre reescrita de períodos na prova de Português.

“As bancas FCC e Cespe estão trabalhando mais essa parte, pedindo dos alunos a análise de sentido sobre troca de vocábulos ou até acréscimo de novas palavras”, explica Ana, acrescentando que o assunto campeão nas dúvidas entre estudantes de Língua Portuguesa segue o mesmo: “continuamos com a crase”.

Com a importância da Língua Portuguesa comprovada nas tendências de todos os concursos públicos, o candidato deve dar atenção a essa disciplina e encontrar uma estratégia que dê resultados positivos.

De acordo com Ana Machado, a tríade teoria, prática e revisão é o método mais eficaz para estudar Português. A teoria por meio de videoaulas, PDF, livros e gramáticas; a prática nas questões da disciplina e da banca; e a revisão, com resumos, fichamentos e mapas mentais sobre os principais conceitos mencionados na teoria.

“Faça muitas questões e não esqueça de praticar a leitura. É uma dica clichê, mas as bancas estão cada vez mais trabalhando com questões sobre interpretação e compreensão do texto. Apenas por meio da leitura você conseguirá adquirir repertório para interpretar qualquer texto”, encerra.

*Com Pedro Lemos e Kadu de Carvalho


Quer ficar por dentro das principais notícias que rolam no mundo dos concursos? Acompanhe o nosso canal no Telegram e fique por dentro de tudo!

Dicas Como estudar para concursos na quarentena

Cadastre-se e faça parte da maior comunidade de ensino on-line do Brasil.


Faça login ou cadastre-se para comentar.