O seu navegador (Generic Browser 0) está desatualizado. Melhore sua experiência em nosso site!
Atualize Agora

Concurseiros indicam itens que não podem faltar na mesa de estudos

Livros, computador, post-its e um copo de água são alguns dos itens fundamentais que os estudantes para concursos públicos usam durante a preparação. Isso sem contar a organização, que, mesmo não sendo um objeto, é essencial para a produtividade.

Os itens citados acima foram indicados por alguns concurseiros, que fazem questão de compartilhar o ambiente de estudos nos intervalos da preparação.

Foto: Divulgação/Juliana Lucena
Foto: Divulgação/Juliana Lucena

Para Juliana Lucena, por exemplo, sua mesa tem que ter um computador conectado à internet e, principalmente, o vade-mécum. Segundo a concurseira, que estuda para concursos de tribunais, entre as suas principais ferramentas de estudo estão a Lei Seca e as questões do Qconcursos.

“Com base nelas, eu faço meu próprio material e o reviso constantemente, além de resolver muitas questões por dia”, explica Juliana.

O vade-mécum, aliás, é um material indispensável para os advogados que estudam tanto para concursos quanto para o exame da OAB. O nome é derivado de uma expressão em latim que significa “vai comigo”. É um livro de referências, com um compilado de obras básicas para ser consultadas facilmente, como a Constituição Federal e leis.

A advogada Luana Gomes, que também se prepara para tribunais, cita artigos mais básicos, mas não menos importantes. Em sua mesa, há um destaque para o calendário de atividades.

“Eu acho que o que não pode faltar é: caneta, marca-texto, post-it e água”, diz.
Foto: Divulgação/Luana Gomes
Foto: Divulgação/Luana Gomes

Maria Eduarda Serejo, ou Duda, também segue a linha da hidratação, além de uma boa iluminação.

“Tá aqui o que não pode faltar: nesse calor de Natal, água geladinha, uma luz boa, os livrinhos pertinho para consultar na hora da dúvida e, óbvio, o QC aberto”, elenca.
Foto: Divulgação/Maria Eduarda Serejo
Foto: Divulgação/Maria Eduarda Serejo

Maria Eduarda é advogada licenciada e estuda para ser defensora pública.

Assim como a Duda, a maioria dos concurseiros tem um computador ou tablet para estudar a teoria e colocá-la em prática com exercícios online. A internet, com isso, é uma aliada fundamental na preparação para a tão sonhada aprovação em um processo seletivo.

Local de estudo

Todos os objetos citados pelas estudantes são parte do ambiente de estudos. Como dito, a organização é essencial para obter um bom resultado nessa jornada. O material, além de organizado, deve estar sempre ao alcance para evitar qualquer distração que possa afetar o rendimento.

Dicas A importância da organização do ambiente de estudos

Cadastre-se e faça parte da maior comunidade de ensino on-line do Brasil.


Faça login ou cadastre-se para comentar.