O seu navegador (Generic Browser 0) está desatualizado. Melhore sua experiência em nosso site!
Atualize Agora

A gente tem tudo o que você precisa. Planos a partir de R$22/mês. Aproveite! 🚀

Enem 2020 terá sala especial para pessoas do grupo de risco para a Covid-19

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou nesta terça-feira, 24 de novembro, um conjunto de regras para evitar aglomerações no dia do Enem 2020, em decorrência da pandemia da Covid-19. Entre as medidas, estão a ocupação de 50% da capacidade original das salas e a criação de uma sala especial para pessoas do grupo de risco.

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2020 está previsto para acontecer nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021 (impresso) e 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2021 (digital). O cronograma foi alterado em meados de 2020 por conta da pandemia do novo coronavírus.

A sala especial destinada aos participantes mais vulneráveis à Covid-19 terá ocupação máxima de 12 pessoas. Fazem parte do grupo gestantes, lactantes, idosos e pessoas com condições médicas preexistentes, como diabetes, obesidade mórbida e cardiopatias. De acordo com o Inep, os perfis foram identificados na base de inscritos.

Além da sala reservada, haverá a mudança na taxa de ocupação dos locais de prova. O instituto estima 205 mil salas para a edição do exame de 2020, 60 mil a mais do que no Enem 2019, que foi aplicado em 145 mil salas de aula.

Uso de máscara obrigatório

As regras divulgadas pelo Inep fazem parte de uma série de medidas de segurança adotada no exame de 2020. Além de disponibilizar álcool em gel nos locais, será obrigatório o uso de máscaras durante todo o período de provas.

Candidatos com Covid-19 terão segunda chance

Ainda segundo o instituto que organiza o Enem, os candidatos que forem diagnosticados com a Covid-19 poderão remarcar a data da prova. Para isso, será necessário anexar à Página do Participante no site oficial do exame um laudo médico informando a condição de saúde.

A aplicação da prova acontecerá no mesmo dia do Enem para pessoas privadas de liberdade, marcada para os dias 23 e 24 de fevereiro de 2021.

Provas

As provas do Enem serão compostas de 180 questões objetivas distribuídas entre quatro áreas de conhecimento, além de uma redação. A divisão entre os domingos será da seguinte maneira:

  • 1º dia: Redação; 45 questões de Linguagens e Códigos; 45 questões de Ciências Humanas
  • 2º dia: 45 questões de Matemática; 45 questões de Ciências da Natureza
Áreas de Conhecimento Componentes curriculares
Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Redação Português, Literatura, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), Artes, Educação Física e Tecnologias da Informação e Comunicação
Ciências Humanas e suas Tecnologias História, Geografia, Filosofia e Sociologia
Ciências da Natureza e suas Tecnologias Química, Física e Biologia
Matemática e suas Tecnologias Matemática

Ao todo, 5.783.357 inscrições foram confirmadas para o Enem 2020. Desse total, 5.687.271 correspondem a inscritos na versão impressa do exame, enquanto 96.086 pessoas optaram por fazer a versão digital.


Quer ficar por dentro das principais notícias que rolam no mundo dos concursos? Acompanhe o nosso canal no Telegram e fique por dentro de tudo!

Cadastre-se e faça parte da maior comunidade de ensino on-line do Brasil.