O seu navegador (Generic Browser 0) está desatualizado. Melhore sua experiência em nosso site!
Atualize Agora

Ser ilimitado agora cabe no seu bolso

Estude pelo PDF 2.0 a partir de R$ 69,90

ASSINAR AGORA

Enem 2020: Senado aprova adiamento

O Senado Federal aprovou nesta terça-feira, 19 de maio, o projeto que adia a aplicação do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) de 2020, devido à pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). A próxima etapa consiste na votação do texto no plenário da Câmara dos Deputados.

Principais informações sobre o Enem 2020:

  • Situação atual: Aprovado adiamento no Senado
  • Inscrições: 11 a 22 de maio de 2020
  • Taxa de inscrição: R$ 85,00
  • Provas (Enem impresso): Prevista para 1º e 8 de novembro de 2020
  • Provas (Enem digital): Prevista para 22 e 29 de novembro de 2020
  • Edital impresso
  • Edital digital

Segundo o MEC, cerca de 4 milhões de pessoas já se inscreveram no exame deste ano. Por enquanto, as inscrições, que começaram no dia 11 de maio, continuam abertas até o dia 22 de maio. Até o momento, a data do Enem presencial está prevista para 1º e 8 de novembro e digital para 22 e 29 de novembro.

O projeto de adiamento foi apresentado pela senadora Daniella Ribeiro (PP-PB) e modifica a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (9.394/1996). Uma das justificativas é o acesso desigual ao ensino nas escolas públicas e privadas, especialmente durante a pandemia. Com a quarentena, a preparação de alunos que não têm internet disponível neste período será prejudicada.

A proposta prevê a prorrogação automática do exame em casos de estado de calamidade pública e de não conclusão do ano letivo em todas as instituições de ensino do território nacional.

Além disso, foi aprovada a emenda proposta pelo senador Romário (Podemos-RJ), que garante a acessibilidade do Enem, tanto impresso quanto digital, para portadores de necessidades especiais.

Para ser definitivo, o projeto precisa ser aprovado no Congresso Nacional e sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro.

Pesquisa com candidatos

O Ministro da Educação, Abraham Weintraub, anunciou que o Ministério da Educação (MEC) fará uma consulta com os inscritos no vestibular para saber se são favoráveis a manutenção da data, ao adiamento do exame por 30 dias ou à suspensão até o fim da pandemia.

A pesquisa será realizada na Página do Participante no site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), que reúne todas as etapas de realização do Enem. Segundo o ministro, esta análise deve ocorrer até o fim de Junho.

Inscrições - Enem 2020

As inscrições para o Enem começaram no dia 11 de maio e devem ser efetuadas até o dia 22 de maio no site do (Inep), Instituto que organizada o vestibular. A taxa de inscrição é de R$ 85,00 e o pagamento deve ser efetuado até 28 de maio.

Passo-a-passo

Para se inscrever no Enem 2020, é preciso ter cadastro e senha de acesso no site gov.br. Após o candidato acessar a página do participante com o login criado, ele deve informar o seu CPF e data de nascimento. Em seguida, será criada uma senha que permitirá acesso ao cartão de confirmação e aos resultados.

Além disso, é necessário ter um número de telefone ou e-mail válidos para recebimento de comunicados. A inclusão de foto no sistema de inscrição também será obrigatória.

Os candidatos que tiverem interesse em fazer o Enem digital devem selecionar a opção no ato da inscrição. De acordo com o instituto responsável pelo exame, a escolha não poderá ser alterada após o cadastro. O participante também deverá optar pela língua estrangeira cobrada na prova: inglês ou espanhol.

Cadastre-se e faça parte da maior comunidade de ensino on-line do Brasil.


Faça login ou cadastre-se para comentar.