O seu navegador (Generic Browser 0) está desatualizado. Melhore sua experiência em nosso site!
Atualize Agora

Enem 2019: candidatos poderão usar documentos vencidos

O Ministério da Educação (MEC) divulgou, na quinta-feira, 12 de setembro de 2019, a relação de documentos válidos para identificação dos candidatos nas provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). E uma novidade foi divulgada para o Enem 2019: nesta edição, o exame aceitará documentos que estiverem vencidos.

No entanto, o ministério alerta para algumas exigências. O documento de identificação a ser apresentado no local de prova deve ser original com foto.

Veja abaixo a relação de alguns dos documentos válidos:

  • Identidade (RG) emitidas por secretarias da Segurança Pública, Forças Armadas, Polícia Militar e Polícia Federal;
  • Identidade expedida pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública para estrangeiros, incluindo refugiados;
  • Carteira de Registro Nacional Migratório;
  • Carteira de Trabalho e Previdência Social emitida após 27 de janeiro de 1997;
  • Certificado de Dispensa de Incorporação;
  • Certificado de Reservista;
  • Passaporte;
  • Carteira Nacional de Habilitação (CNH) com foto;
  • Identidade funcional de acordo com o Decreto 5.703/2006.

Cópias simples, documentos autenticados em cartório ou sem foto e identificação digital em aparelho de celular não serão aceitos no dia da prova. Confira outros tipos de identificação não aceitos pelo Enem:

  • Crachá de identidade funcional de natureza privada;
  • Carteira de Estudante;
  • Certidão de Nascimento ou Casamento;
  • Título de Eleitor;
  • Registro Administrativo de Nascimento Indígena (Rani);
  • Protocolos;
  • Carteira Nacional de Habilitação expedida antes de 23 de setembro de 1997.

Em caso de perda, furto ou roubo, os candidatos deverão apresentar um boletim de ocorrência, expedido por órgão policial há, no máximo, 90 dias do primeiro dia do exame.

Documentos danificados

Os candidatos que apresentarem documentos de identificação que estejam danificados, ilegíveis ou com foto infantil poderão realizar a prova com a condição de submeter à coleta de dado biométrico, informações pessoais e da assinatura em formulário fornecido pelo aplicador do exame.

Atitudes penalizadas

Em agosto, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou 23 atitudes que podem eliminar candidatos. Confira algumas delas:

  • Causar perturbação no local de prova, como conversar com outros candidatos ou qualquer pessoa que não seja o fiscal ou aplicador.
  • Utilizar livros, notas, papéis ou outros documentos impressos durante o exame;
  • Deixar a sala de provas sem a autorização e acompanhamento de um fiscal, como no caso de ir ao banheiro.
  • Sair da sala antes de completar duas horas de exame.
  • Deixar o local de prova com o cartão-resposta, folha de redação e folha de rascunho.
  • Sair do local com o caderno de questões antes dos 30 minutos para o término da prova.
  • Recusar-se a ser submetido pela revista eletrônica.
  • Não manter aparelhos eletrônicos, como celular e tablet, desligados e dentro do envelope porta-objetos desde a entrada na sala até a saída definitiva.

Enem 2019

Mais de 5 milhões de estudantes devem fazer o exame nos dias 3 e 10 de novembro de 2019. As provas do Enem 2019 serão aplicadas em dois domingos seguidos, na parte da tarde. Os destaques nos dados estão a predominância de mulheres e o aumento de candidatos com mais de 60 anos.

Dos mais de 5 milhões de inscritos, 3.031.828 são mulheres, representando 59,5% do total. O estado com maior número de inscrições é São Paulo, com 816.014 (16%), seguido por Minas Gerais (10,5%) e Bahia (7,8%).

Quem for aprovado no exame poderá utilizar as notas para se inscrever no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que disponibiliza vagas em universidades públicas, no Programa Universidade para Todos (ProUni), com bolsas de estudo em faculdades privadas, ou ainda no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Prepare-se Resolva mais de 4 mil questões do Enem

Conteúdo das provas

Cada prova objetiva terá 45 questões de múltipla escolha. Essa etapa e a Redação vão avaliar áreas de conhecimento do Ensino Médio e os respectivos componentes curriculares:

Linguagens, Códigos e Redação:

  • Português;
  • Literatura;
  • Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol);
  • Artes;
  • Educação Física;
  • Tecnologias da Informação e Comunicação.

Ciências Humanas:

  • História;
  • Geografia;
  • Filosofia;
  • Sociologia.

Ciências da Natureza:

  • Química;
  • Física;
  • Biologia.

Matemática.

A divulgação do resultado do Enem está prevista para janeiro de 2020.

Cadastre-se e faça parte da maior comunidade de ensino on-line do Brasil.


Faça login ou cadastre-se para comentar.