O seu navegador (Generic Browser 0) está desatualizado. Melhore sua experiência em nosso site!
Atualize Agora
Semana do cliente: assine o Plano Anual Premium com 20% de desconto! Quero aproveitar!

Concurso Sefaz DF: divulgação do edital é adiada

O concurso público para auditor-fiscal da Secretaria de Fazenda, Planejamento, Orçamento e Gestão do Distrito Federal (Sefaz - DF) teve a data de publicação do seu edital adiada. A assessoria de imprensa do órgão informou que estão sendo realizados estudos de impacto para ampliar o número de vagas ofertado.

A informação inicialmente divulgada era de que seriam 120 vagas abertas, sendo 40 imediatas e 80 para cadastro reserva.

A Secretaria está considerando se aumenta o número de vagas para o certame atual ou se mantém a oferta inicial e abre, até o fim do ano, outro concurso para preencher os demais cargos vagos.

Segundo informações do Portal de Transparência do Sefaz-DF, há 575 vagas abertas para auditor-fiscal.

O órgão afirma que por enquanto não é possível prever a nova data de publicação do edital, porque o caso ainda está sendo analisado pelas áreas técnicas e jurídicas.

Sobre a seleção

O concurso já está com a banca organizadora selecionada, o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe).

Para se candidatar, será exigido dos candidatos nível superior em qualquer área de formação, com diploma de instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

A remuneração inicial é de R$ 14.970,00, podendo chegar a R$ 22.192,62.

A taxa de inscrição provável será de R$ 55,00.

Etapas do concurso

Segundo o projeto básico, o certame contará com uma prova objetiva e outra discursiva. A prova objetiva será composta por 160 questões, sendo 80 sobre conhecimentos gerais e 80 sobre conhecimentos específicos.

Prova objetiva de conhecimentos gerais:

·         Língua Portuguesa;

·         Matemática Financeira, Estatística e Raciocínio Lógico;

·         Direito Constitucional;

·         Direito Administrativo;

·         Direito Empresarial, Penal e Civil;

·         Tecnologia da Informação;

·         Contabilidade Pública;

·         Economia e Finanças Públicas.

Prova objetiva de conhecimentos específicos:

·         Direito Tributário;

·         Legislação Tributária;

·         Auditoria Fiscal;

·         Contabilidade Geral e de Custos;

·         Direito Financeiro.

Prova discursiva de conhecimentos específicos:

·         2 questões sobre conhecimentos específicos com até 30 linhas de desenvolvimento para cada uma;

·         1 dissertação (redação) ligada aos conhecimentos específicos com até 60 linhas de desenvolvimento.

Detalhes sobre aprovação dos candidatos

Para ser classificado para a próxima etapa, o candidato deve obter o mínimo de 60% de acerto em cada bloco de disciplinas e estar entre os 300 melhores colocados, em caso de ampla concorrência, ou entre os 60 melhores, no caso de estar concorrendo às vagas destinadas para candidatos com deficiências.

Já na prova discursiva, para ser aprovado nessa fase é necessário ter alcançado pelo menos 50% da pontuação total.

Concurso anterior

O último certame realizado pela Sefaz-DF para contratação de auditor-fiscal foi em 2001. Na época, foram oferecidas 200 vagas imediatas, além de oportunidades para cadastro reserva. A banca organizadora foi a Fundação Carlos Chagas (FCC).

No ano de 2010, um novo concurso público chegou a ser anunciado para o cargo de auditor tributário. O edital contava com 50 vagas imediatas mais cadastro reserva, e a banca organizadora era a Fundação Universa. Porém, o certame foi cancelado. Cerca de 8 mil pessoas haviam feito inscrição.

Cadastre-se e faça parte da maior comunidade de ensino on-line do Brasil.


Faça login ou cadastre-se para comentar.