O seu navegador (Generic Browser 0) está desatualizado. Melhore sua experiência em nosso site!
Atualize Agora

Concurso da UFRJ causa polêmica ao usar letra de Nando Reis

Você viu a discussão nas redes sociais sobre uso da letra da música “Vou te encontrar”, do Nando Reis, em uma questão da prova do concurso 2017 da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro)?

Na prova aplicada no dia 10 de dezembro de 2017, a organizadora utilizou-se da letra da música do cantor para avaliar os concorrentes.

Numa questão que envolvia pontuação e interpretação textual sobre a abordagem da utilização das reticências no trecho “Vou te encontrar… vou te encontrar”, a posição da banca foi o item que sinalizava “hesitação”.

Um dos candidatos conferiu o gabarito preliminar, não aceitou a posição da banca e resolveu pedir ajuda ao músico para fundamentar um recurso contra essa decisão.

Acabou que essa situação toda atraiu a atenção do músico pelas redes sociais. O concorrente utilizou o Facebook para perguntar qual era a opinião do compositor sobre a posição da banca.

E não é que o cantor respondeu?

Nando Reis afirmou que na letra original essa pontuação não existe e que a resposta correta seria a palavra “certeza”. 

A mensagem que foi trocada entre o candidato e o músico foi divulgada em um perfil de Twitter via @educontra.

A questão de número 17 também foi alvo de debate e posicionamento do músico. O questionamento da banca foi sobre a melhor significação para palavra “vivo” no fragmento “Vivo como você quer”.

 

De acordo com o músico, a resposta correta é “perdurar”, que correspondia ao item “A” da questão.  

Com as explicações de Nando Reis, o candidato conseguiu o embasamento que queria para o seu recurso na prova!

A polêmica toda rendeu até a postagem do clipe da música  no Twitter do artista com a seguinte legenda: “Vou Te Encontrar” ao vivo, sem reticências e com resposta de sua livre escolha! 

E, para ficar “afinadinho” com a Língua Portuguesa para a próxima prova, uma dica bem especial é você treinar questões sobre uso da reticências. Que tal?

Cadastre-se e faça parte da maior comunidade de ensino on-line do Brasil.


Faça login ou cadastre-se para comentar.