O seu navegador (Generic Browser 0) está desatualizado. Melhore sua experiência em nosso site!
Atualize Agora

Concurso CG DF - edital no segundo semestre com 234 vagas

A assessoria de comunicação da CG DF confirmou que o edital deve ser aberto no segundo semestre.

O concurso está com comissão formada desde outubro de 2018 e a previsão é de 87 vagas de provimento imediato para Auditor de Controle Interno junto com 147 para Cadastro de Reserva.

E agora, quais os próximos passos?

Com comissão formada desde o ano passado, a próxima etapa é a escolha de banca organizadora.

A decisão deve sair em breve, já que a intenção do órgão é lançar edital no próximo semestre. Em maio, o órgão acumulava 367 cargos vagos.

Resumo do concurso CG DF 2019

  • Órgão: Controladoria Geral do Distrito Federal
  • Cargo: Auditor de Controle Interno
  • Escolaridade: nível superior em qualquer área
  • Remuneração inicial: R$ 13,7 mil
  • Último concurso: 2013, banca Fundação Universa
  • Último edital: edital CG DF 2013
  • Últimas provas: prova Auditor CG DF 2013 e gabarito

Quer saber tudo sobre o concurso CG DF?

Nesta matéria, reunimos todos detalhes mais importantes para a seleção de Auditor de Controle Interno da CG DF.

  • O que faz um Auditor de Controle Interno?
  • Quanto ganha um Auditor da CG DF?
  • Como foi o último concurso?
  • Qual conteúdo foi cobrado nc CG DF?
  • Qual foi a nota de corte?  

O que faz um Auditor de Controle Interno?

Um Auditor de Controle Interno é responsável por planejar, coordenar, supervisionar e executar atividades relacionadas à gestão orçamentária, financeira, patrimonial e contábil.

Além disso, ele deve conferir, analisar e consolidar balanços; controlar movimentação financeira dos fundos existentes e supervisionar e acompanhar atos e fatos da gestão patrimonial.

Basicamente, ele realiza  auditoria contábil, financeira, orçamentária, operacional, patrimonial, de pessoal, programas e de sistemas operacionais.

Quanto ganha um Auditor da CG DF?

Com o reajuste mais recente, um Auditor de Controle Interno da CG DF começa a carreira recebendo R$ 13.700,00. Porém, seguindo a progressão, pode chegar a receber R$ 19.539,48.

Além disso, os servidores possuem direito a certas gratificações, como o Adicional de Qualificação (AQ) e a Gratificação de Titulação (GTIT).

A AQ pode somar de 2% a 4%, de acordo com  carga horário do curso realizado. Já a GTIT varia de 10% a 30%, observando a titulação adquirida.

Veja abaixo cada nível possível na carreira do Auditor de Controle Interno, retirada da Lei 5.175 de 2013:

Como foi o último concurso?

O último concurso para Auditor de Controle Interno ocorreu em 2013, organizado pela Fundação Universa. Na época, foram ofertadas 60 vagas, divididas em 30 para Finanças e Controle e 30 para Planejamento e Orçamento.

O certame foi realizado em cinco etapas:

  • prova objetiva - caráter eliminatório e classificatório
  • prova discursiva - caráter eliminatório e classificatório
  • sindicância de vida pregressa - caráter eliminatório
  • curso de formação - caráter eliminatório e classificatório
  • avaliação de títulos - caráter classificatório

Qual conteúdo foi cobrado na CG DF?

As provas objetivas possuíam 80 questões e a valoração máxima possível foi de 170 pontos. A estrutura foi a seguinte:

Na parte de conhecimentos gerais, as matérias exigidas foram:

  • língua inglesa
  • administração pública
  • noções de direito financeiro e tributário

Já na área de conhecimentos específicos, caíram questões sobre os seguintes conteúdos:

  • direito constitucional
  • direito administrativo
  • contabilidade geral
  • contabilidade de custos
  • controle interno e externo
  • administração financeira e orçamentária

Por fim, na parte de conhecimentos especializados, constaram as seguintes matérias:

  • economia e finanças públicas
  • contabilidade pública
  • auditoria governamental (somente para Finanças e Controle)
  • planejamento e orçamento (somente para Planejamento e Orçamento)

Qual foi a nota de corte?  

As provas objetivas tinham a valoração máxima de 170 pontos e a prova discursiva valeu 10 pontos (total de 180 pontos).

Segundo o edital, os candidatos até a 200ª posição teriam a prova discursiva corrigida e os candidatos até a 120ª posição seriam convocados.

Ao final, nota de corte para a especialidade de Finanças e Controle foi de 105,03 – aproveitamento de 58,35%. E para a especialidade de Planejamento e Orçamento foi de 96,41 – aproveitamento de 53,56%.


Conheça os melhores cursos para Auditor de Controle Interno, para a especialidade de Planejamento e Orçamento e Finanças e Controle.

Fique ligado em nosso blog e acompanhe as principais notícias de concurso em primeira mão.

Cadastre-se e faça parte da maior comunidade de ensino on-line do Brasil.


Faça login ou cadastre-se para comentar.