O seu navegador (Generic Browser 0) está desatualizado. Melhore sua experiência em nosso site!
Atualize Agora

Concurso AL RN: edital confirmado até o fim do ano

Uma ótima notícia para os concurseiros que aguardam ansiosamente o concurso AL RN. Segundo o Diretor Geral da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, Augusto Viveiros, o documento será lançado ainda este ano.

A decisão foi anunciada em uma reunião realizada em 12 de setembro. Segundo Viveiros, o documento deverá ser lançado no diário oficial do estado, em novembro ou dezembro de 2019.

O documento incluirá, aproximadamente, 135 vagas imediatas, e deve contemplar oportunidades para polícia legislativa, técnicos e analistas legislativas.

Cabe salientar que o concurso tem comissão formada desde março de 2019. A FCC e a FGV são já demonstraram interesse em organizar a seleção potiguar. As remunerações podem chegar na casa dos R$ 13.770,45.

Remuneração pode ultrapassar os R$ 13 mil

Dois cargos que estão previstos neste edital são os de analista e técnico legislativo. De acordo com a divisão de cargos da assembleia, são 150 para Técnico e 175 para analista. Não há qualquer informação sobre a quantidades de cadeiras vazias no órgão.

Há a possibilidade de ascensão na carreira. A remuneração de um Técnico Legislativo, por exemplo, sem benefícios, pode sair de R$ 2.609,48 e bater na casa dos R$ 13.700. O mesmo acontece para o Analista Legislativo, cujo salário pode alcançar o dobro do inicial (R$ 6.215,20), chegando à R$ 13.770,45.

Confira a tabela completa neste link.

Último edital AL RN

Em seu último concurso, realizado em 2013, a banca organizadora foi a FCC. Na ocasião, foram 82 vagas divididas entre cargos de nível médio e nível superior.

Ambas as provas eram compostas pela parte objetiva e discursiva, que poderiam conter uma redação ou um estudo de caso. Já o cargo de Taquigrafia previa prova prática.

Estrutura das provas

A prova dedicada ao cargo de Analista Legislativo, é possível ver que as matérias de conhecimentos gerais ocupavam 20, das 60 questões, e tinham peso 1.

Já as específicas, somavam 40 itens com peso 3. Já a parte discursiva contava com uma redação.

A prova de Técnico Legislativo, continha as mesmas 60 questões. Porém, metade delas entra em conhecimentos gerais, com peso 1. A outra metade, com peso 2, corresponde aos conhecimento específicos.

Cadastre-se e faça parte da maior comunidade de ensino on-line do Brasil.


Faça login ou cadastre-se para comentar.