Atualizando histórico

Estamos atualizando seu histórico de questões resolvidas, por favor aguarde alguns instantes.

Menu
Cadastre-se ASSINAR

Questões de Concursos - Questões

ver filtro
filtros salvos
  • Você ainda não salvou nenhum filtro
    • Apenas que tenham
    • Excluir questões
    salvar
    salvar x
    limpar
    2.932 questões encontradas
    Ano: 2016
    Banca: MPE-SC
    Órgão: MPE-SC
    Segundo a Lei n. 4.717/65 (Ação Popular), ao Ministério Público cabe, além de acompanhar a ação popular, apressar a produção probatória do feito, podendo recorrer da sentença contra a pretensão do autor da aludida ação, faculdade aberta, ainda, a qualquer outro cidadão. 

    Você configurou para não ver comentários antes de resolver uma questão.

    Ano: 2016
    Banca: MPE-SC
    Órgão: MPE-SC
    A Lei n. 13.146/2015 (Estatuto da Pessoa com Deficiência) determina o oferecimento de todos os recursos de tecnologia assistida disponíveis para que a pessoa com deficiência tenha garantido o acesso à justiça, sempre que figure em um dos polos da ação ou participe da lide posta em Juízo, salvo na condição de testemunha. 

    Você configurou para não ver comentários antes de resolver uma questão.

    Ano: 2016
    Banca: MPE-SC
    Órgão: MPE-SC
    O Ministério Público intervirá, obrigatoriamente, nas ações que discutam interesses relacionados à deficiência das pessoas, mesmo que se trate de ação individual, conforme determina a Lei n. 7.853/89 (Proteção às Pessoas com Deficiência). 

    Você configurou para não ver comentários antes de resolver uma questão.

    Ano: 2016
    Banca: MPE-SC
    Órgão: MPE-SC
    O Ministério Público atua como substituto processual em defesa dos direitos dos idosos, entendidos estes, nos termos da Lei n. 10.741/03 (Estatuto do Idoso), como pessoas com idade igual ou superior a setenta anos, ao que permanece o titular do direito substancial na polaridade ativa da ação. 

    Você configurou para não ver comentários antes de resolver uma questão.

    Ano: 2016
    Banca: MPE-SC
    Órgão: MPE-SC
    Segundo tese firmada em recurso repetitivo julgado pelo Superior Tribunal de Justiça, a prática de atos (ou a sua tentativa) que induzam a conclusão de risco de alienação, oneração ou dilapidação patrimonial de bens do acionado, dificultando ou impossibilitando o eventual ressarcimento é requisito à decretação da indisponibilidade de bens em Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa. 

    Você configurou para não ver comentários antes de resolver uma questão.