Atualizando histórico

Estamos atualizando seu histórico de questões resolvidas, por favor aguarde alguns instantes.

Menu
Cadastre-se

Questões de Concursos - Questões

ver filtro
filtros salvos
  • Você ainda não salvou nenhum filtro
    • Apenas que tenham
    • Excluir questões
    salvar
    salvar x
    limpar
    308 questões encontradas
    Ano: 2016
    Banca: FAPEC
    Órgão: Prefeitura de Ouro Branco - AL

                     Câmara aprova cirurgia plástica no SUS para mulheres

                                                 vítimas de violência

          Nesta quinta (18), a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça e Cidadania) aprovou um projeto de lei que determina que mulheres vítimas de violência de gênero tenham acesso garantido a cirurgia plástica reparadora no SUS. Agora, salvo recurso, o projeto seguirá para sanção da presidente Dilma.

          "A maioria dos casos de agressão às mulheres acontece com mulheres cujas condições socioeconômicas não suportam os custos de uma cirurgia plástica reparadora. Ficam, dessa forma, estigmatizadas pelo restante de suas vidas", diz a justificativa do projeto.

          O texto, de autoria do deputado Neilton Mulim (PR-RJ), determina que vítimas de violência sejam informadas sobre o acesso gratuito à cirurgia perante apresentação de boletim de ocorrência que registre agressões.

    Ele também prevê que o governo crie equipes de especialistas em cirurgia plástica e distribua gratuitamente os medicamentos de pré e pós-operatório.

    Fonte:AGUIAR, Ione. http://www.brasilpost.com.br/2015/11/18/

     Sobre o texto, podemos afirmar que:

    Você configurou para não ver comentários antes de resolver uma questão.

    Ano: 2016
    Banca: FAPEC
    Órgão: Prefeitura de Ouro Branco - AL

                     Câmara aprova cirurgia plástica no SUS para mulheres

                                                 vítimas de violência

          Nesta quinta (18), a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça e Cidadania) aprovou um projeto de lei que determina que mulheres vítimas de violência de gênero tenham acesso garantido a cirurgia plástica reparadora no SUS. Agora, salvo recurso, o projeto seguirá para sanção da presidente Dilma.

          "A maioria dos casos de agressão às mulheres acontece com mulheres cujas condições socioeconômicas não suportam os custos de uma cirurgia plástica reparadora. Ficam, dessa forma, estigmatizadas pelo restante de suas vidas", diz a justificativa do projeto.

          O texto, de autoria do deputado Neilton Mulim (PR-RJ), determina que vítimas de violência sejam informadas sobre o acesso gratuito à cirurgia perante apresentação de boletim de ocorrência que registre agressões.

    Ele também prevê que o governo crie equipes de especialistas em cirurgia plástica e distribua gratuitamente os medicamentos de pré e pós-operatório.

    Fonte:AGUIAR, Ione. http://www.brasilpost.com.br/2015/11/18/

    Analisando a sintaxe textual, o pronome que inicia a frase “Ele também prevê que o governo...” está se referindo a qual outro elemento do texto: 

    Você configurou para não ver comentários antes de resolver uma questão.

    03
    Q751788
    Ano: 2016
    Banca: FAPEC
    Órgão: Prefeitura de Ouro Branco - AL

                     Câmara aprova cirurgia plástica no SUS para mulheres

                                                 vítimas de violência

          Nesta quinta (18), a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça e Cidadania) aprovou um projeto de lei que determina que mulheres vítimas de violência de gênero tenham acesso garantido a cirurgia plástica reparadora no SUS. Agora, salvo recurso, o projeto seguirá para sanção da presidente Dilma.

          "A maioria dos casos de agressão às mulheres acontece com mulheres cujas condições socioeconômicas não suportam os custos de uma cirurgia plástica reparadora. Ficam, dessa forma, estigmatizadas pelo restante de suas vidas", diz a justificativa do projeto.

          O texto, de autoria do deputado Neilton Mulim (PR-RJ), determina que vítimas de violência sejam informadas sobre o acesso gratuito à cirurgia perante apresentação de boletim de ocorrência que registre agressões.

    Ele também prevê que o governo crie equipes de especialistas em cirurgia plástica e distribua gratuitamente os medicamentos de pré e pós-operatório.

    Fonte:AGUIAR, Ione. http://www.brasilpost.com.br/2015/11/18/

    Assinale a alternativa que apresenta um erro, considerando as regras de regência nominal: 

    Você configurou para não ver comentários antes de resolver uma questão.

    Ano: 2016
    Banca: FAPEC
    Órgão: Prefeitura de Ouro Branco - AL

                     Câmara aprova cirurgia plástica no SUS para mulheres

                                                 vítimas de violência

          Nesta quinta (18), a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça e Cidadania) aprovou um projeto de lei que determina que mulheres vítimas de violência de gênero tenham acesso garantido a cirurgia plástica reparadora no SUS. Agora, salvo recurso, o projeto seguirá para sanção da presidente Dilma.

          "A maioria dos casos de agressão às mulheres acontece com mulheres cujas condições socioeconômicas não suportam os custos de uma cirurgia plástica reparadora. Ficam, dessa forma, estigmatizadas pelo restante de suas vidas", diz a justificativa do projeto.

          O texto, de autoria do deputado Neilton Mulim (PR-RJ), determina que vítimas de violência sejam informadas sobre o acesso gratuito à cirurgia perante apresentação de boletim de ocorrência que registre agressões.

    Ele também prevê que o governo crie equipes de especialistas em cirurgia plástica e distribua gratuitamente os medicamentos de pré e pós-operatório.

    Fonte:AGUIAR, Ione. http://www.brasilpost.com.br/2015/11/18/

    Na oração: “Agora, salvo recurso, o projeto seguirá para sanção da presidente Dilma”. A palavra em destaque pode se substituída por qual das alternativas abaixo sem que haja alteração em seu sentido: 

    Você configurou para não ver comentários antes de resolver uma questão.

    Ano: 2016
    Banca: FAPEC
    Órgão: Prefeitura de Ouro Branco - AL

                     Câmara aprova cirurgia plástica no SUS para mulheres

                                                 vítimas de violência

          Nesta quinta (18), a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça e Cidadania) aprovou um projeto de lei que determina que mulheres vítimas de violência de gênero tenham acesso garantido a cirurgia plástica reparadora no SUS. Agora, salvo recurso, o projeto seguirá para sanção da presidente Dilma.

          "A maioria dos casos de agressão às mulheres acontece com mulheres cujas condições socioeconômicas não suportam os custos de uma cirurgia plástica reparadora. Ficam, dessa forma, estigmatizadas pelo restante de suas vidas", diz a justificativa do projeto.

          O texto, de autoria do deputado Neilton Mulim (PR-RJ), determina que vítimas de violência sejam informadas sobre o acesso gratuito à cirurgia perante apresentação de boletim de ocorrência que registre agressões.

    Ele também prevê que o governo crie equipes de especialistas em cirurgia plástica e distribua gratuitamente os medicamentos de pré e pós-operatório.

    Fonte:AGUIAR, Ione. http://www.brasilpost.com.br/2015/11/18/

    Assinale a sentença que apresenta erro quanto à concordância verbal.

    Você configurou para não ver comentários antes de resolver uma questão.