Teimosia, repetição e fé para conquistar o cargo público

Início » Aprovados » Teimosia, repetição e fé para conquistar o cargo público
By | 2017-08-31T14:42:31+00:00 15 de maio de 2015|Aprovados|
 Esta é a história da baianinha “porreta”, determinada  e cheia de fé chamada Tamara que mostrou a que veio nesse mundo dos concursos.
 “Meu nome é Tamara Cardoso e Cardoso de Freitas,  sou  recém-casada,  tenho 30 anos.
Sou baiana, formada em Direito e fui aprovada em terceiro lugar para o cargo de juiz leigo da comarca de Guanambi-BA.

Quando fui convidada para falar sobre minha aprovação no concurso público fiquei muito honrada, feliz.

Pensei muito sobre o que eu poderia dizer para trazer a diferença na vida daquele concurseiro(a) que deixa de estudar para ler esses depoimentos dos aprovados.

Lembrei-me de mim mesma lendo todos os depoimentos e me perguntando o quê de especial tinham aquelas  pessoas, como eu poderia me tornar tão vitoriosa como elas.

Hoje digo a vocês que não tenho nada de especial, não sou nenhum geniozinho, mas o que me move é  o sonho da aprovação.

Sou movida por ideais, vontade de ser reconhecida como alguém que faz a diferença para a sociedade.

Quero ser alguém que usa todo o conhecimento acumulado para mudar a vida das pessoas, sendo eficiente e cordial com a população.

Não há nada pior no mundo do que você ter um problema, ir ao Judiciário e ser mal atendida, ou tratada com menosprezo. Nada pior do que ser um número no meio da multidão.

Não serei hipócrita em dizer que também não busco realização profissional e financeira, mas uma coisa eu digo: Quem entra no mundo dos concursos pensando apenas no dinheiro não aguenta o rojão!!! É preciso muito mais , é preciso ter convicção, certeza, porque quem não as tem, logo desiste.

Muitas pessoas perguntam por onde estudei, quantas horas de estudo, se fiz cursinho, se resolvi questões,  qual o meu método de estudo, enfim, vou destacar o meu método de estudos para esse concurso em especial.

 O relacionamento com o QC

Para este concurso especifico de juiz leigo, eu me baseei praticamente na leitura de lei seca, (para quem não é do direito, ler a lei seca significa sentar-se à frente do vade mecum e ler a lei do inicio ao fim), na resolução de questões pelo QConcursos.com e assisti às aulas das matérias específicas.

No meu caso como ia fazer concurso para juiz leigo, com atuação primordial nos Juizados Especias, eu assisti todas as aulas de Juizados Especiais que o Qconcursos oferecia.

Amo as aulas da Betania Senra, pois além de aprender ela me acalma com seu jeitinho delicado nas videoaulas.

Tenho que dizer que depois que conheci o QConcursos a minha visão sobre os concursos mudou totalmente.

Durante dois anos eu estudava apenas lendo doutrina e fazendo resumos, mas eu não conseguia passar. Estudava, mas depois de um tempo eu esquecia tudo que tinha lido.

Depois que conheci o Qconcursos, por indicação da minha amiga de cursinho, eu comecei a ter pontuações cada dia maiores.

As descobertas

Por meio do Qconcursos eu descobri que não preciso decorar todos os artigos, toda a matéria, pois eu resolvo as questões e marco na lei qual artigo corresponde a resposta.

Assim, eu descobri quais artigos tem maior incidência nos concursos e quando vou reler a lei, só decoro aqueles que caem mais.

Você acaba descobrindo o que cada banca gosta mais de cobrar em cada lei especifica. Além do mais, assistir a videoaulas tem se tornado muito enfadonho e repetitivo.

Quando estou desanimada eu resolvo um bocado de questões que minha vontade de vencer logo se reaviva, logo ganha mais cor, pois o site te presenteia com estatísticas sobre a sua progressão nos estudos.

Chaves apara a aprovação

Na minha opinião, as três  palavras chaves para aprovação em concursos são TEIMOSIA, REPETIÇÃO E FÉ em si mesmo e em Deus!!!

E só teimar que passa! Teima que você é capaz, apesar de todas as dificuldades, apesar das pessoas duvidarem. Repita todo o edital, veja todo o conteúdo e repita novamente e novamente e novamente.

Tenha FÉ em si mesmo e não se importe com a concorrência. A maioria não se dedicou como você, não pagou o preço que você pagou.

E tenha FÉ em Deus, porque sem Ele você não teria mãos para escrever, olhos para ler e nem saúde para Teimar e Repetir.

Sei que pode parecer meio clichê as coisas que escrevi, mas para mim foi essa a receita para a aprovação nesse concurso.

Eu continuo estudando, pois ainda não alcancei o meu objetivo de vida, não cheguei na minha tão sonhada magistratura estadual, mas continuo teimando, repetindo e tendo fé!

Afinal, como dizia o poeta Fernando Pessoa: “Eu sou do tamanho do que vejo
E não, do tamanho da minha altura… ”

 

Comentários