O que faz um técnico do MPU?

Início » Notícias Concursos » O que faz um técnico do MPU?
By | 2018-09-05T15:18:52+00:00 05 de setembro de 2018|Destaque, Notícias Concursos|

O que faz um técnico do MPU

 

Um dos concursos mais esperados do ano está com as inscrições abertas. A procura é grande, os salários são bons mas você já se perguntou o que faz um técnico do MPU? É bom sabermos o que nos espera após a aprovação.

Quais são os requisitos?

Apesar do cargo ter o nome de técnico, não é necessário possuir habilitação específica, nem experiência. O diploma de conclusão do ensino médio é o único certificado de ensino exigido para a posse.

Quanto ganha um técnico do MPU?

A remuneração inicial tem o valor de R$ 6.862,72 e há reajustes salariais programados. Independentemente do tempo de carreira, os salários serão reajustados da seguinte forma:

  • Novembro de 2018 – R$7.964,21
  • Janeiro de 2019 – R$8.475,37

Bons benefícios!

Além de um bom salário, há muitos benefícios para o cargo, como:

  • Estabilidade empregatícia garantida pelo regime estatutário de contratação.
  • Auxílio alimentação.
  • Auxílio Creche para filhos até 6 anos.
  • Gratificações como: Gratificação de Atividade do Ministério Público da União (GMPU), de Qualificação e Treinamento (GQT) e Gratificação por Projetos.

Qual a área de atuação?

Inicialmente não é possível escolher qual área você irá trabalhar pois o MPU se divide em 4 ramos e os aprovados serão escolhidos de acordo com a necessidade dos ministérios:

  • Ministério Público Federal (MPF)
  • Ministério Público do Trabalho (MPT)
  • Ministério Público Militar (MPM)
  • Ministério Público do DF e territórios (MPDFT)

Qual é o plano de carreira de um técnico do MPU?

A carreira é promissora e os servidores poderão chegar ao seu ápice em 13 anos, com os respectivos reajustes. Anualmente existem avaliações de desempenho que decidem a promoção do servidor.
Atualmente, no auge da carreira, a remuneração ultrapassa R$9 mil.

Não é sempre igual!

Esse não é um trabalho monótono e repetitivo. Você pode ser lotado em qualquer ramo do Ministério e, com isso, executar diferentes tarefas, como: trabalhar em gabinetes auxiliando procuradores com entradas em processos, ofícios e memorandos. Também há a possibilidade de trabalhar com gestão de pessoas, atendimento ao cidadão, gestão de contratos, licitações, promover a capacitação de servidores, supervisionar estagiários e muitas outras funções.

 

Dá para escolher para onde ir?

Ao fazer sua inscrição você irá escolher para qual estado quer prestar e na posse será alocado de acordo com as necessidades do Ministério. Mas há chance de ser realocado, após um ano no local há possibilidade de mudar de cidade ou até mesmo estado. Para isso existe o processo de remoção e a permuta, em que você pode conhecer um servidor nomeado que queira trocar com você.

Gostou? Bons salários, benefícios, plano de carreira, um trabalho sem rotinas e com muitas possibilidades… vale a pena, não é mesmo? Então, intensifique seus estudos!

 

O que estudar?

 

Comentários