Brasil – Datas, símbolos e significados

Início » Dicas » Brasil – Datas, símbolos e significados
By | 2018-11-16T16:10:01+00:00 16 de novembro de 2018|Dicas|

Mais do que decorar a história do Brasil e alguns de seus momentos marcantes a fim de estar preparado para concursos públicos, concursos militares, Enem, Vestibular e Exame de Ordem (OAB), é importante saber a história de seu próprio país. Afinal, quanto mais você conhece o passado, melhor está preparado para o futuro.

7 de setembro de 1822 é considerada a data da Independência do Brasil. Nesse dia, D. Pedro de Alcântara de Bragança, o Príncipe Regente do Brasil, empossado no ano anterior, deu o “Grito do Ipiranga” em São Paulo.

Vale lembrar que, antes de o Brasil se tornar independente, diversos momentos históricos ocorreram. Afinal, raramente um momento único é definitivo. Ao longo dos anos, o Brasil já havia sido palco de revoltas e insurreições, como a Inconfidência Mineira, a Conjuração Baiana e a Convenção de Beberibe, que tinham o caráter emancipador em comum.

Bandeira do Brasil

Essa é fácil. O verde representa as matas, o amarelo simboliza o ouro (assim como nossas outras riquezas), o azul é o céu e as estrelas são os estados. Certo? Errado. Bom, a parte das estrelas correspondendo aos estados está correta. Mas as cores são referentes à Casa de Bragança de D. Pedro I e à Casa de Habsburgo da imperatriz Maria Leopoldina.

E a frase no centro? Inspirada pelo lema do positivismo de Auguste Comte, ela gerou muita polêmica na época. Mas talvez o Brasil tivesse se beneficiado com o uso da frase original “O Amor por princípio e a Ordem por base; o Progresso por fim”.

Grito do Ipiranga

Tão simbólico quanto o quadro de mesmo nome, o grito de “Independência ou Morte” foi o sinal oficial de Sua Majestade Imperial, D. Pedro I, Imperador Constitucional e Defensor Perpétuo do Brasil. A verdade é que a Declaração da Independência do Brasil já havia sido assinada alguns dias antes, em 2 de setembro de 1822, por sua mulher, Dona Leopoldina, então Princesa Real Regente do Reino do Brasil.

Dia do Fico

“Se é para o bem de todos e felicidade geral da Nação, estou pronto! Digam ao povo que fico”, essa é provavelmente a segunda frase mais famosa de D. Pedro I. Pronunciada no dia 9 de janeiro de 1822, ela sinalizou o rompimento do então príncipe regente com a corte portuguesa.

Hino da Independência

Conta a lenda que, durante sua volta de São Paulo para o Rio de Janeiro, após o Grito do Ipiranga, D. Pedro I compôs a versão do hino que conhecemos. Mas, novamente, a história não foi bem assim.
A letra original foi escrita pelo poeta e jornalista Evaristo da Veiga. Inclusive, já havia sido composta antes da assinatura da declaração de independência. Em 16 de agosto de 1822, Evaristo escreveu o “Hino Constitucional Brasiliense”, que conta com versos muito parecidos com a versão que conhecemos hoje.

Agora, que tal testar seus conhecimentos sobre a história do Brasil?

Temos mais de 1.500 questões para vocês estudar praticando!

Comentários