O seu navegador (Generic Browser 0) está desatualizado. Melhore sua experiência em nosso site!
Atualize Agora

Quais são os concursos que ninguém dá bola?

Sabe aqueles concursos que grande parte dos candidatos a uma vaga no serviço público fica em polvorosa? Pois é! Não é o caso das seleções públicas que vamos apresentar logo mais.

É fato e notório que órgãos como INSS, receita Federal, Caixa Econômica, Câmara e Tribunais de maneira geral chamam bastante atenção da maior parcela da massa concurseira.

Os concursos acima citados apenas como exemplo são objetos de desejo conhecidos. Mas quai são aqueles que são ótimas oportunidades, mas a maioria não dá "muita bola"?

Apresentamo-lhes algumas ÓTIMAS OPORTUNIDADES que estão "fora do radar" do senso comum.

Veja abaixo:

Concurso Procuradoria-Geral do Distrito Federal

O primeiro deles é o concurso para área de apoio à Procuradoria-Geral do Distrito Federal (concurso PG DF).

Na segunda quinzena do mês de setembro (2019), foi publicada a dispensa de licitação que escolheu a banca Cespe/ Cebraspe como próxima organizadora.

O órgão afirma que o edital está previsto para outubro do corrente ano, com provas em janeiro de 2020. Com remunerações que variam de R$ 4 mil até R$ 7 mil, o concurso PG DF tem autorizadas 57 vagas para Analista e Técnico.

Concursos de Agências Reguladoras

Muitas Agências Reguladoras regionais têm editais abertos com frequência. No entanto, como não têm uma divulgação muito ativa na mídia como tantos outros concursos no país, são oportunidades que passam despercebidas.

Só a título de exemplo, podemos citar algumas entidades com editais publicados ou vagas autorizadas:

  • Agehab-GO: a Agência Goiana de Habitação do Goiás está com inscrições abertas;
  • Aris-SC: a Agência Regularoda Intermunicipal de Saneamento Básico de Santa Catarina tem certame autorizado;
  • Adapar: a Agência de Defesa Agropecuária do Paraná também tem vagas autorizadas.

Concurso EBSERH

O Diário Oficial da União publicou as chamadas públicas visando à contratação da banca que ficará responsável pelos procedimentos do próximo concurso EBSERH.

O órgão, que tem abrangência nacional, prevê em seu Projeto Básico, 2000 vagas para provimento imediato, divididas assim:

  • Área Administrativa: 115 vagas;
  • Área Assistencial: 800 vagas.

A remuneração gira em torno dos R$ 2,2 mil e R$ 3,3 mil.

Concurso PPGG DF

Não confunda, caro aluno! O concurso PPGG DF é Política Pública e gestão Governamental. O órgão tem até o começo de 2020 para sair do papel.

Há, autorizadas, 250 vagas para provimento imediato, sendo 150 delas para o cargo de Analista de Políticas Públicas e 100 para Gestor Governamental.

Os salários são de, respectivamente, R$ 4,4 mil e R$ 6,7 mil.

Concursos de conselhos profissisonais

Se há entidades que abrem concursos ano sim, outro também, são os conslehos profissionais. Anualmente são dezenas de editais na praça. Como são muito específicos, a maioria sequer tem noção que existem.

Normalmente os conselhos profissionais trazem boas oportunidades salariais para aqueles que necessitam de ocupação imediata. Só para se ter ideia, Coren-MT, Creci-GO, CRO-DF e Corecon-PE já tiveram seus editais publicados esse ano.

Concursos "na agulha"

Para não perder o costume, vamos listas àqueles concursos que estão com editais abertos e prestes a abrir. São os quentes, menina dos olhos de todo concurseiro pelo país.

Vejamos quais são:

  • Tribunal Regional Federal da Terceira Região: o concurso TRF 3 trouxe 9 vagas imediatas, além do cadastro de reservas, com oportunidades para Técnico e Analista;
  • Secretaria de Fazenda do Distrito Federal: o concurso Sefaz DF abriu edital no último dia 17 de setembro (2019), trazendo 40 vagas imnediatas, além de 80 vagas para o cadastro de reservas do cargo de Auditor Fiscal;
  • Tribunal de Contas da União: o concurso TCU teve edital confirmado por seu presidente em 2020. A lei orçamentária prevê 30 vagas;
  • Tribunal de Contas do Distrito Federal: o concurso TCDF está bem próximo. O órgão alterou a carreira para possibilitar a abertura de uma nova seleção;
  • Instituto Nacional do Seguro Social: o concurso INSS depende de decisão advinda da Ação Civil Pública proposta pelo MPF. Aguarda-se, agora, audiência de mediação para viabilizar novo certame;
  • Receita Federal do Brasil: o concurso RFB tem a palavra do seu secretário confirmando que lutará para viabilizar novo concurso. Existe um pedido, mas a situação não deve se desenrolar este ano (2019).

Cadastre-se e faça parte da maior comunidade de ensino on-line do Brasil.