O seu navegador (Generic Browser 0) está desatualizado. Melhore sua experiência em nosso site!
Atualize Agora

DÊ UM UPGRADE NA SUA PREPARAÇÃO - Torne-se assinante e transforme seus estudos!

CONHEÇA NOSSOS PLANOS

O que estudar para o Enem? Saiba o que mais cai na prova

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é realizado uma vez por ano pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), vinculado ao Ministério da Educação (MEC). Desde 2010 foi reconhecido como a principal porta de entrada para o ensino superior no Brasil, com o Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

Por receber milhões de inscrições de candidatos de todo o Brasil, o exame se tornou um desafio para muitos estudantes que precisam do Enem para ingressar nas universidades que oferecem um número limitado de vagas por curso.

Artigo: Como funciona e para que serve o Enem

Embora o edital disponibilize a Matriz de Referência, na qual consta os conteúdos do Ensino Médio que podem ser abordados nas avaliações, quando o período de estudar para o Enem se aproxima, muitos se veem perdidos diante da quantidade de áreas e disciplinas que caem na prova. Então, num primeiro momento, o exame parece assustador.

Mas fique tranquilo! Se você parar para analisar diferentes edições do Enem ao longo dos anos, vai perceber que as provas costumam cobrar o mesmo padrão de questões. Não é à toa que o melhor método de estudos é a resolução de simulados e das avaliações anteriores.

Para você que já está nessa estrada, isso não é informação nova, pois já deve ter percebido como determinados conteúdos aparecem com certa frequência, o que mudam são os enunciados. Se está começando agora, não se preocupe! Reunimos os principais temas cobrados nas provas do Enem para te ajudar na hora de organizar seus estudos.

Artigo: Como estudar para o Enem


Sumário


Sobre as provas

As provas do Enem são aplicadas em dois domingos alternados e são compostas ao todo de 180 questões objetivas distribuídas entre quatro áreas do conhecimento, além de uma redação. A organização dos dias é feita da seguinte forma:

  • 1º dia: Redação; 45 questões de Linguagens e Códigos; 45 questões de Ciências Humanas
  • 2º dia: 45 questões de Matemática; 45 questões de Ciências da Natureza

Na área de Linguagens e Códigos temos as disciplinas de Português (Gramática e Interpretação de texto), Literatura, Artes, Educação Física, Língua Estrangeira Moderna (Inglês ou Espanhol) e Tecnologia da Informação.

Em Ciências Humanas são abordadas História, Geografia, Filosofia, Sociologia e Conhecimentos Gerais.

A área de Matemática aborda também a disciplina de Geometria.

Ciências da Natureza é composta de Física, Química e Biologia.

Para facilitar os seus estudos, o Qconcursos analisou os assuntos que mais caem nas edições do Enem e a relevância de cada um dentro das disciplinas. Com direcionamento, você consegue focar mais nos estudos e desenvolver técnicas para cada área. Fique ligado e saiba o que mais cai no Enem.

Linguagens e Códigos

De acordo com a matriz curricular, além da interpretação de textos para todas as disciplinas, são cobrados os estudos das práticas corporais, textos artísticos, texto literário, os aspectos linguísticos em diferentes textos e da língua portuguesa, texto argumentativo e os gêneros digitais.

A prova também requer conhecimento das línguas estrangeiras modernas como meio de acesso à informação e a outras culturas e grupos sociais.

Confira o ranking de conteúdos mais cobrados de acordo com cada disciplina dessa área:

Português

Literatura

Inglês

Espanhol

Educação Física

Artes

Dicas de estudo para Linguagens e Códigos

A professora de Português Ana Carolina Machado explica que a melhor forma de estudar para essa área do conhecimento é aliando teoria, prática e revisão.

Como aconselha, a teoria pode ser estudada por meio de videoaulas, apostilas, livros do Ensino Médio de Português e das demais disciplinas cobradas. A prática deve ser feita com a resolução de questões anteriores do Exame. Para a revisão, existem diversos métodos, como resumos, fichamentos, mapas mentais, simulados, entre outros recursos.

Ciências Humanas

A área de Ciências Humanas cobra a compreensão dos elementos culturais que constituem as identidades historicamente e/ou geograficamente, além do entendimento das transformações dos espaços geográficos como produto das relações socioeconômicas e culturais de poder.

O candidato precisa compreender a produção e o papel histórico das instituições sociais, políticas e econômicas, associando-as aos diferentes grupos, conflitos e movimentos sociais. Também é necessário entender as transformações ao longo do tempo e seu impacto nos processos de produção, no desenvolvimento do conhecimento e na vida social.

A prova também requer que o participante utilize os conhecimentos históricos para valorizar os fundamentos da cidadania e da democracia, favorecendo uma atuação consciente do indivíduo na sociedade, além de perceber as interações da sociedade e da natureza em diferentes contextos históricos e geográficos.

Confira o ranking de conteúdos mais cobrados de acordo com cada disciplina dessa área:

História

Geografia

Filosofia

Sociologia

Dicas de estudo para Ciências Humanas

Segundo o professor Marcelo Saraiva, as provas da área de Ciências Humanas possuem caráter social, que para ele significa "uma abordagem transdisciplinar de problemas e questões sociais do Brasil e mundo". Além disso, ele destaca a importância de acompanhar noticiários, pois questões da atualidade são abordadas indiretamente mescladas com diversas disciplinas dessa área do conhecimento.

Marcelo Saraiva enfatiza, ainda, a importância de estudar os conceitos e ideias gerais nas provas. Em Geografia, por exemplo, as questões apresentam textos e opções mais curtas. Assim, a Geografia conceitual, que tem como resposta apenas uma única palavra, é bastante presente nas edições do Enem.

Redação

A prova de Redação é uma das avaliações mais importantes do Enem e é cobrada em uma única estrutura de texto, a dissertativo-argumentativa, com tema referente a um problema atual da sociedade brasileira.

A proposta de redação vem acompanhada por textos de apoio que direcionam o raciocínio do candidato para o desenvolvimento do tema proposto.

O texto deve ter entre 7 e 30 linhas e o candidato deve escrever uma proposta de intervenção para o tema.

Essa prova é a que os participantes mais devem se dedicar, pois permite a possibilidade de alcançar a nota máxima no valor de 1000 pontos, que é muito importante para uma boa média do Enem.

Por ser uma prova tão valiosa, o participante precisa tomar muito cuidado para não obter nota zero, que pode ser alcançada por fuga total do tema ou elaboração de outro tipo de estrutura de texto.

A professora de Português Ana Carolina Machado explica como funciona a redação do Enem e como o aluno deve estruturar a escrita:

“A redação do ENEM é um texto dissertativo-argumentativo, em que o aluno deve se posicionar sobre determinado tema. É importante que ele aborde argumentos inovadores e com um bom repertório sociocultural. Além disso, ele deve elaborar na redação uma proposta de intervenção que não desrespeite os direitos humanos e que mostre uma medida para amenizar ou solucionar o problema exposto no tema.”

Domine as técnicas necessárias para tirar nota máxima no Enem

Visto a importância da Redação, pratique muito, leia bastante temas da atualidade, acompanhe jornais, noticiários, esteja ciente do que está acontecendo no contexto atual do Brasil. Uma nota boa na redação pode garantir a sua aprovação.

Matemática

A prova de Matemática cobra questões que exigem que o participante construa significados para os números naturais, inteiros, racionais e reais no contexto social e que utilize os conhecimentos geométricos para realizar a leitura e a representação da realidade e como agir sobre ela.

O candidato precisa ter conhecimento sobre as noções de grandezas e medidas, noções de variação de grandezas para compreender a realidade e solucionar problemas do cotidiano. Assim, também precisa usar representações algébricas para compreender as variáveis socioeconômicas.

A prova apresenta muitos gráficos e tabelas para interpretar informações de natureza científica e social, realizando previsão de tendência, extrapolação, interpolação e interpretação. Assim, o candidato precisa compreender o caráter aleatório dos fenômenos naturais e sociais, utilizando instrumentos adequados para medidas, amostras e cálculos de probabilidade.

Confira o ranking de conteúdos mais cobrados nessa área de acordo com a ordem de relevância:

A área de Matemática é uma das mais relevantes para o Enem, pois é a que possui mais peso na média e tem 45 questões exclusivas.

Por possuir o maior número de questões, exige grande dedicação nos estudos. Então, além do ranking, separamos algumas outras disciplinas que também estão presentes na prova e que, se caírem, você já vai ter estudado aqui no Qconcursos.

Outros assuntos que também são cobrados:

  • Geometria analítica
  • Regra de três
  • Sistemas de numeração e operações fundamentais
  • Circunferências e círculos
  • Raciocínio lógico
  • Função de 2º Grau ou função quadrática e inequações

Artigo: Como estudar matemática e raciocínio lógico

Dicas de estudo para Matemática

O ponto-chave da Matemática é ter domínio dos conhecimentos básicos da área, porque sem essa base não há como entender e solucionar as questões. Como exemplifica o professor Domingos Cereja, “Porcentagem, regra de três e razões são assuntos que sempre são cobrados, não só em questões diretas, como ferramentos para solução de outro assunto.”

O professor também comenta sobre outros assuntos que são muito relevantes para a prova:

“Análise combinatória e probabilidade respondem por 3 a 4 questões, em média, da prova, o que proporciona uma grande quantidade de questões para dois assuntos. (...) Análise gráfica sempre cai, seja em funções, porcentagens, estatística.”

As provas do Enem utilizam o algoritmo “Teoria de Resposta ao Item” (TRI) para corrigir e dar nota a prova. O TRI identifica as questões mais fáceis e mais difíceis de acordo com o número de acertos dos alunos. Assim, na lógica, espera-se que as questões mais fáceis sejam mais acertadas por um candidato. Caso haja acerto de mais questões difíceis, o algoritmo supõe que você chutou uma questão, diminuindo a sua pontuação.

Para Matemática, o TRI é muito relevante, pois é a prova que os alunos mais costumam chutar. Assim, Domingos Cereja explica a importância de resolver as questões mais fáceis, por possuírem um TRI mais alto.

“Com relação a TRI, o aluno tem que dar uma atenção especial às questões mais simples, como porcentagem, regra de três, razão, média, moda, média, pois geralmente o TRI é mais alto.”

Confira o exemplo abaixo, que você encontra no nosso Guia de Estudos para o Enem para assinante do Qconcursos. Na imagem, temos o número de acertos por candidato, o que mostra que é uma questão fácil, ou seja, possui o TRI alto.

Guia de Estudos para Enem: exclusivo para assinantes do Qconcursos
Guia de Estudos para Enem: exclusivo para assinantes do Qconcursos

A prova de matemática possui muitos textos longos, que exigem interpretação e leitura. Para entender como essas questões são cobradas, a melhor forma de estudar é pela resolução de edições anteriores. Por conta do TRI, o professor conta, “o aluno tem que saber identificar uma questão que irá tomar muito tempo e priorizar as mais fáceis.”

“Baixe provas anteriores e as resolva no mesmo tempo de duração da prova. Imagine como se estivesse no dia do exame. Não faça uso de calculadoras, celulares ou folhas de rascunhos. Tente manter o mesmo clima da prova. Isole-se num quarto e resolva toda a prova. Faça isso pelo menos uma vez por semana e verá o resultado.”

Ciências da Natureza

De acordo com as competências da Matriz de Referência do Enem,é esperado que o estudante compreenda as ciências naturais como construções humanas, entendendo seu papel para o desenvolvimento social da humanidade.

É importante que o candidato saiba aplicar os conhecimentos da área em diferentes contextos e saiba associar as intervenções humanas que resultam nos problemas ambientais.

Além disso, também é esperado que o candidato compreenda as interações entre organismos e ambiente e entenda os métodos e procedimentos próprios das ciências naturais. O participante precisa saber utilizar os conhecimentos da física, química e biologia em situações-problema para interpretar, avaliar ou planejar intervenções científico-tecnológicas.

Confira o ranking de conteúdos mais cobrados nessa área de acordo com a ordem de relevância:

Física

Química

Biologia

Dicas de estudo para Ciências da Natureza

Para as ciências da natureza, o importante é saber os conceitos de cada assunto e disciplina. Apesar da prova possuir 45 questões e 3 disciplinas, as perguntas não são divididas igualmente e os temas costumam ser associados a mais de uma matéria. Ou seja, uma mesma questão pode ser resolvida com mais de um conhecimento da área.

O Enem cobra análise e interpretação de gráficos e tabelas, principalmente na prova de Ciências da Natureza. Então estude esses elementos e aprenda a utilizar as informações presentes neles para a resolução das questões.


Agora que você já sabe os assuntos mais cobrados nas últimas edições do Enem, comece a se preparar, resolva o máximo de questões que conseguir e tenha foco na aprovação!

GUIA DE ESTUDOS: Saiba o que estudar para o Enem

Já começou a se preparar para o Enem? Se inscreva na plataforma do Qconcursos e comece a estudar para garantir a sua vaga na universidade.

Cadastre-se e faça parte da maior comunidade de ensino on-line do Brasil.