O seu navegador (Generic Browser 0) está desatualizado. Melhore sua experiência em nosso site!
Atualize Agora

Toda aprovação começa com um plano

Planos a partir de 12,00/mês

Como estudar para concurso com filho pequeno

Estudar para concurso público com filho pequeno não é uma tarefa fácil. Ser concurseira já demanda tempo e dedicação, somando à maternidade, a aprovação se torna um grande desafio. Com isso, muitas mulheres desistem do sonho do cargo público muito antes de começar. Porém, iremos mostrar neste artigo que com uma rotina bem definida e perseverança é possível conquistar a tão sonhada posse.

Quando é preciso conciliar a vida de estudos, família, filhos e trabalho, a jornada até o cargo público pode ser um pouco mais longa e cansativa, mas os frutos colhidos com a aprovação fazem o esforço valer a pena para toda a família.

Logo de início você precisa compreender que seu percurso não será igual ao de outras pessoas que não estão na mesma situação que a sua. A partir daí, o seu planejamento de estudos precisa ser focado na sua rotina.

Como comenta a coach em concursos públicos Lizia Medina, também mãe e professora em Direito Constitucional e Administrativo, a trajetória da mãe concurseira será diferente, mas isso não quer dizer que o resultado não será o mesmo.

“A gente pode se comparar com as mesmas pessoas que não estão nesta situação? De forma alguma. É mais difícil sim, vai exigir certas renúncias, mas é possível. Com muita organização, é possível a mulher dedicar algumas horas do dia para buscar os seus projetos e seus objetivos. E uma mãe feliz, certamente vai ser muito melhor para os seus filhos”, explicou a coach Lizia Medina.

A rotina de uma mãe concurseira não pode ser equiparada a de qualquer concurseiro. O cronograma tem que ser elaborado de acordo com a realidade de cada uma, com horários definidos para estudos, filhos e demais atividades diárias. Não existe uma receita de bolo pronta, mas seguindo alguns conselhos você consegue!

Josiane Franquine, de Vitória, no Espírito Santo, é a prova de que com muita dedicação e foco, a aprovação é uma realidade. A concurseira atualmente trabalha no IBGE, como Analista Censitária, e estuda para passar para o cargo de Analista Legislativo e Arquivista do Senado, e para concurso Arquivo Nacional.

Josi é mãe do Théo, de 9 anos, e desde 2017 está nesta jornada de conciliar estudos para concursos públicos e cuidar do pequeno, que, na época, tinha somente 5 anos. Ela, que cria o filho sozinha desde antes dele completar 1 ano, mesmo com todas as responsabilidades da casa, da maternidade, trabalho e o próprio autocuidado, passou em sua primeira tentativa para o processo seletivo do IBGE em 2019 e tomou posse do cargo no final de dezembro de 2021.

Josiane Franquine e Theo‌‌
Josiane Franquine e Theo‌‌

Assim que decidiu prestar concurso público, Josiane afirma que não foi uma tarefa fácil lidar com a maternidade e os estudos. Exigiu muito diálogo, paciência e, até mesmo, ajuda dos seus pais, para que pudessem ficar com o pequeno nos momentos de concentração.

Ela conta que no começo negociava os horários com o Théo e que, aos poucos, eles construíram uma relação de amizade e companheirismo. Hoje os dois conciliam suas rotinas para que ela consiga estudar e, ao mesmo tempo, ter seu momento com o filho.

“O que me ajudou muito no início foi conversar com ele e fazer um ganha-ganha. Ao invés de estudar longos períodos de uma vez, eu estudava pequenos períodos em troca de alguma coisa. Conversava com o Théo: ‘Mamãe vai estudar 30 minutinhos, de tal a tal hora, se você deixar a mamãe estudar, a gente vê um capítulo de Naruto depois.’ Eu sempre negociava com ele alguma coisa. Então, eu estudava pequenos intervalos de 30 ou 40 minutos, parava 10 minutos para conversar com ele, dar uma atenção, para ele não sentir tanta falta. Assim eu fui construindo isso ao longo do tempo. Hoje em dia eu consigo ficar estudando umas 3/4h seguidas e ele já não interrompe”, disse Josi.

A capixaba adaptou seu cronograma para que pudesse estudar e simultaneamente dar atenção ao Théo. Assim, não deixou de se dedicar e continuou dando atenção ao seu filho.

Para que você também consiga conciliar sua rotina e garantir a aprovação no concurso público, separamos algumas dicas que podem te ajudar no seu dia a dia.

Crie um planejamento

Um dos principais obstáculos na vida da mãe concurseira é o cansaço físico e mental. Como disse a coach Lizia Medina, a média da mulher concurseira é a mulher que estuda, trabalha, que é esposa, dona de casa e mãe. “É a que tem diversos papéis.”

Então, para equilibrar os estudos para concursos com o tempo para a sua família é preciso muita organização e planejamento. Desse modo, monte um cronograma semanal, adicionando as suas rotinas diárias e as de estudo.

Artigo: Como criar metas de estudos

Para começar a pensar no seu planejamento, pense em tudo que faz no seu dia a dia e defina o grau de prioridade de cada atividade. O que você tem que fazer todo dia e o que pode deixar de fazer. Faça um cronograma completo, com seus estudos, deixando sempre espaços para imprevistos.

Lizia Medina separou algumas dicas de como uma mãe concurseira pode otimizar o seu tempo. Confira:

  1. Faça um cronograma semanal e nesse cronograma fixe quais são aquelas atividades que têm um horário determinado. Por exemplo: se o filho está na escola de 13h às 17h, aproveite aquele horário para estudar;
  2. Deixe algumas janelas para caso aconteça algum imprevisto;
  3. Crie tempo dentro da sua rotina. Por exemplo: estude no caminho para o trabalho, enquanto está exercendo as tarefas domésticas, como lavando a louça, etc.
  4. Organize o horário das refeições. Se possível, faça todas as refeições aos domingos para toda a família e deixe em potinhos congelada para a semana toda.
  5. Estude enquanto seu filho dorme. Assim que o filho dormir, aproveite para estudar mais 2 horas líquidas.

Além dessas dicas, Lizia deu um conselho preciosíssimo para o planejamento das mamães.

“Uma dica prática e muito valiosa é estudar 1 hora antes do seu filho acordar. Garantir aquela horinha de manhã que a mente está descansada. É aquele momento ideal para garantir 1 hora de estudo, 1 hora concentrada, resolvendo as questões com mais atenção. E é um momento de sossego. Porque a gente sabe que criança interrompe o tempo inteiro”, aconselhou Lizia.

Lizia destaca que não importa quantas horas líquidas você estude, desde que estude ao longo do dia. A rotina de uma mãe é muito desgastante, tem muitas tarefas, então o tempo que for possível estudar, estude!

“Faça o seu tempo. Os micro tempos também são muito importantes. Existe um mito, de que é preciso estudar 6 a 8 horas líquidas para ser aprovado em um concurso, e isso não é verdade. Existem inúmeras concurseiras mamães que não estudavam horas líquidas consecutivas, estudavam 1 horinha, fracionavam o seu microtempo, em bloco de 30 minutos, 60 minutos, e passaram", comentou Lizia.

Lembre-se que acima de tudo, seu filho está sempre em primeiro lugar, então sempre deixe espaços para ele e não o torne secundário na sua rotina.

Converse com seus familiares e peça ajuda

Você não precisa estar sozinha! A mãe, por natureza, tem a mania de tentar abraçar o mundo todo de uma vez, mas esse é o momento de parar, respirar e pedir ajuda das pessoas ao seu redor.

Abra mão de fazer todas as tarefas e comece a pedir ajuda para o marido, filhos mais velhos, namorado ou pais. Se for só você e seu filho pequeno, recorra a ajuda de parentes e amigos de confiança. Não embarque nessa jornada, só! Procure uma rede de apoio.

“É um período no qual você vai se dedicar mais, vai abrir mão de certos lazeres, mas, tudo isso é em prol da sua família”, comenta Lizia.

Converse francamente com sua família, principalmente com as pessoas que moram com você. Explique o porquê de você estar estudando e qual vai ser o resultado na sua vida e na deles caso seja aprovada. Informe quais horários você vai precisar se ausentar para estudar e peça para que neste período eles tenham compreensão.

Sugira que os membros da sua família dividam as tarefas domésticas com você e delegue algumas das suas para eles, para que a sua rotina não fique tão desgastante.

Lembre-os que quando passar para o seu concurso todos vão se beneficiar com a sua estabilidade financeira. Então, negocie com eles. Mostre para os seus filhos que você precisa desse tempo.

“Quando a criança está um pouco maior dá para explicar para ela e mostrar um exemplo. Nós queremos um filho estudioso, que se dedique aos estudos, então precisamos mostrar isso para os nossos filhos. Seu filho só vai ser estudioso se te vir estudando. Mostre para ele que isso é importante, que pode transformar a sua vida e a vida dele. Certamente ele já vai valorizar aquele momento de estudo”, comenta Medina.

Lizia, que também é concurseira, explicou que combina com seus filhos que durante os intervalos de estudo dá atenção a eles.

“Eu coloco plaquinha na minha porta ‘Estou estudando’ ou ‘Mamãe concentrada’. Meu filho tem 7 anos de idade, então, ele vê aquilo e eu combino com ele ‘Mamãe vai concentrar agora e daqui a 1 hora eu vou conversar com você’", disse Lizia.

Já Josiane conta que no começo recorreu à ajuda dos familiares, até que o Theo entendesse, após muita conversa, que no seu momento de estudos ele não podia interromper.

“Durante as aulas, eu fechava a porta. Eu passei a trancá-la e contar muito com a ajuda da minha mãe, para ele não ficar batendo na porta toda hora pra me chamar", explicou Josi.

A concurseira comenta, que, hoje em dia, por mais que o Théo ainda entre no quarto dela, que é seu local de estudo, muitas vezes a chamando, tem dias que ele mesmo a avisa que é o momento dela estudar.

“Eu venho construindo com ele desde sempre sobre a importância da minha privacidade, pra eu poder estudar. Sobre a importância de eu passar em um concurso. Eu acho que ele merece entender porque as vezes eu fico tão ausente durante a semana e aos finais de semanas. Eu acho que essa relação que a gente construiu é o que mais me ajuda, hoje em dia”, esclareceu Josi.

Cuide de si

Sei que são muitas atividades para conciliar, mas a principal você não pode esquecer: cuidar de si! Se você adoecer, como passará no concurso? Como conseguirá cuidar de seus filhos? Da sua casa?

É muito difícil controlar a ansiedade, o cansaço, os desgaste, mas, para isso, também separe no seu cronograma tempo de lazer para si mesma. Então, não esqueça:

  1. Dedique 30 minutos do seu dia para atividades físicas, ou para fazer yoga, seja na sua sala, na academia ou ao ar livre;
  2. Mantenha uma alimentação saudável e equilibrada. Beba sempre bastante água.
  3. Nos intervalos de estudo em que seu filho estiver fazendo alguma atividade, aproveite para assistir um episódio de uma série, ler um capítulo de um livro que goste ou ver um vídeo engraçado no Youtube, por exemplo;
  4. Cuide da sua autoestima, tome um banho bem relaxante, passe um creme hidratante bem cheiroso, cuide das suas unhas, seus cabelos;
  5. Tenha uma boa noite de sono e descanse bem.

Cuide-se! E, caso seja necessário, procure ajuda psicológica.

📝 Estudo para concurso: a importância da saúde mental durante a preparação

Livre-se da culpa

Tenha em mente que o concurso público para o qual você está se dedicando é para transformar a sua vida e a de seu filho.

A sociedade já impõe a culpa sob a mãe por não estar 100% com a criança. Se a mãe trabalha, ou faz alguma outra atividade, há inúmeros julgamentos que caem sobre ela. Mas essa culpa não pode ser sua. Você está buscando o melhor para você e, principalmente, para o seu filho.

Uma mãe feliz consegue ser a sua melhor versão para o seu filho. É claro que um filho demanda muita atenção da mãe, mas a vida não se resume apenas à maternidade. Ela faz parte da sua vida.

“Quando você quer buscar transformação na sua vida, é importante entender que não precisa ficar sofrendo com tanta culpa, com tanto remorso, acreditando que eu tenho que estar o tempo todo com o meu filho, brincando ou cuidando. O tempo todo nessa demanda da maternidade, deixando de lado meus projetos e meus sonhos e de cuidar desse lado mulher, que é muito importante. Eu acredito que sim, é possível conciliar com muita organização e planejamento. Assim, a gente se livra da culpa”, aconselha a coach de concursos e mãe concurseira Lízia Medina.

Josiane explica que por mais que às vezes desanime, é preciso um dia de cada vez, muita paciência, resiliência e muita sabedoria para encontrar o equilíbrio entre a maternidade e os estudos.

“O nosso caminho pode ser um pouco mais longo, mas a nossa vitória é mais gratificante. Lembrando que tudo que fazemos hoje está servindo de exemplo pras nossas crianças e que possamos ser fonte de excelentes exemplos”, aconselha Josi.

A Lizia também conta que seu filho deu mais motivação e força para correr atrás e estudar, para garantir uma vida melhor.

“O tempo passa, ele já cresceu, já está mais independente e a gente continua. É possível continuar, sem tanta cobrança, sem tanta culpa. Mas é possível a gente abrir espaço nas nossas vidas para os nossos projetos pessoais e para os nossos sonhos, e isso vai ser também em prol da família. Isso é o mais importante. O estudo de fato vai transformar sua vida. Pode ser o cargo que você deseja pra poder viajar pelo mundo, pelo país, na escola que você deseja pro seu filho. É a oportunidade de transformação da vida de todos”, comentou Lizia.

Entenda que essa jornada de estudos é temporária. Assim que conseguir o cargo público todos irão ficar felizes pelo tempo que você se dedicou a estudar, principalmente você. Por isso, não desanime! Continue firme e lembre-se que você não está sozinha nessa!

Clique no link abaixo e confira dicas sobre como estudar para concurso público com filho pequeno no episódio do QC Cast, podcast do Qconcursos.


▶ Para ler também:


Quer ficar por dentro das principais notícias que rolam no mundo dos concursos? Acompanhe o nosso canal no Telegram e fique por dentro de tudo!

Cadastre-se e faça parte da maior comunidade de ensino on-line do Brasil.